Quinta-Feira, 01 de Fevereiro de 2018, 15h:13

Tamanho do texto A - A+

Governador dá novo prazo para conclusão de investigação contra tenente Izadora Ledur

Por: JESSICA BACHEGA

O governador Pedro Taques (PSDB) adiou por mais 20 dias o prazo para conclusão da investigação contra a tenente Izadora Ledur, acusada de torturar o aluno do Corpo de Bombeiros, Rodrigo Claro. O crime teria ocorrido durante treinamento de salvamento aquático na Lagoa Trevisan, em Cuiabá, no ano de 2015.

 

Reprodução/HiperNoticias

tenente isadora ledur

 Tenente está de licença médica há mais de 1 ano

O ato do governador conferindo maior prazo para a ação foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) publicado nesta quinta-feira (1). No ato, o gestor pontua que o prazo passa a contar a partir do dia 24 de janeiro.

 

Conforme o Corpo de Bombeiros, o prazo foi estendido porque a tenente ainda não foi ouvida. Ela está de atestado médico para tratamento psicológico e, por isso, está dispensada dos interrogatórios. A tenente também não compareceu ao interrogatório marcado para a sexta-feira (26), na Sétima Vara Criminal. Ela conseguiu dispensa por conta do atestado médico.

 

Apesar da acusada não ter sido ouvida, a ação continua e será concluída somente após a oitiva da tenente, para que exerça seu direito de defesa.

 

Após o início da investigação pelo Conselho de Justificação, o processo foi suspenso algumas vezes, a última delas no mês de novembro pelo prazo de 60 dias. 

 

A apuração conduzida pelos bombeiros visa identificar se a tenente tem condições de ficar na corporação e se sua conduta causou a morte do aluno.

 

Ela é ré em ação que tramita no Tribunal de Justiça  e responde pelo crime de tortura. Uma investigação paralela, conduzida pela Polícia Civil, originou o processo judicial.

Reprodução

diario oficial ledur

 

 

Leia também

Tenente acusada de tortura contra aluno dos Bombeiros tira licença médica de 3 meses

Tenente acusada de tortura é excluída da lista de promoção pela terceira vez

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto