Quarta-Feira, 09 de Janeiro de 2019, 09h:02

Tamanho do texto A - A+

Familiares e amigos se despedem de jornalista em velório na Capela Jardins

Por: KHAYO RIBEIRO

Nas redes sociais, familiares, amigos e colegas de trabalho prestam as últimas homenagens ao jornalista e radialista Ubiratã Braga, popularmente conhecido como Ray Bira. O comunicador foi encontrado morto no sofá da sala de sua residência, na noite de terça-feira (08). Ao HiperNotícias, a família disse que a previsão é de que o velório seja realizado na Capela Jardins, em Cuiabá.  

 

Reprodução

ubirata braga

 Ubiratã Braga

Gratidão, amizade e respeito ao profissional são as máximas apontadas nas postagens. Com décadas de experiência na comunicação mato-grossense, “Ray Bira” foi ovacionado pelos internautas.

 

“Quando recebi a notícia desta fatalidade, fiquei muito triste. 'Bira' foi um desses amigos que nos impulsionou, além de ter nos ensinado tantos aprendizados na comunicação, sou grato a ele por tantas oportunidades, parcerias e orientações para mim, que me ajudou a balizar em muito minha vida profissional”, narra uma das homenagens.

 

Os vizinhos estranharam a casa não ter sido aberta durante o dia e entraram em contato com o familiar, para que fosse verificado se estaria tudo bem com Bira. O corpo foi encontrado por seu afilhado.

 

O profissional atuou em diversos veículos de comunicação e batizou o renomado programa Cadeia Neles. Era muito conhecido na imprensa cuiabana, que está em luto com essa perda.

 

A suspeita inicial da família é de que o comunicador tenha sofrido um infarto fulminante, uma vez que o jornalista sentia dores muito fortes no peito. Conforme Lorraine Braga, filha do radialista, Ray Bira foi ao médico fazer um checape e o profissional da saúde recomendou uma bateria de exames.

 

Ao HiperNotícias, Lorraine informou, ainda, que o pai deve ser velado na capela Jardins,  até as 16 h. O corpo do comunicador ainda está no Instituto Médico Legal (IML), passando por exames de autópsia e deve ser liberado esta manhã. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei