Segunda-Feira, 23 de Setembro de 2019, 16h:25

Tamanho do texto A - A+

Estado insinua que CBF faz escolhas seletivas após exclusão de Arena

Por: FERNANDA ESCOUTO

Após a Arena Pantanal, em Cuiabá, ter sido proibida de receber a partida entre Cuiabá x Coritiba, pela 24ª Rodada da Série B do Brasileirão, o Governo do Estado se posicionou nesta segunda-feira (23) sobre o assunto.

Assessoria

gramado arena

 Foto tirada nesta segunda-feira (23) pela Secel

No último sábado, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que o confronto entre os times, marcado para esta terça-feira (24), estava suspenso por causa do péssimo estado do gramado do estádio da Capital. Segundo a confederação, as condições seriam precárias, incompatíveis para a prática do futebol profissional.

Em nota oficial enviada ao HNT/HiperNotícias pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), o Estado afirma que a entidade máxima no futebol brasileiro tem sido seletiva, pois permite que estádios, que estão com mais problemas estruturais do que a Arena Pantanal, recebam jogos.

A secretaria ressalta que pelo fato de a Arena ter recebido uma intensa sequência de jogos, a recuperação completa do gramado ficou mais difícil. Entretanto, a pasta rebate a CBF dizendo que imagens mostram que o campo está em boas condições de uso, apesar do longo período sem chuva.

“A Secel lamenta mas acata a decisão da CBF e informa que já tomou as providências para fazer a troca parcial do gramado na região afetada o mais breve possível. Para isso, entrou em contato com a mais reconhecida empresa do país na prestação desse tipo de serviço. Apesar da dificuldade de logística, já que a grama e os equipamentos de instalação e preparação do solo serem provenientes de outros estados, a previsão é de que o serviço seja concluído até o dia 05 de outubro”, diz trecho da nota enviada ao site.

Outros dois jogos, pela Série B, estavam marcados para serem realizados na Arena Pantanal, um para o dia 5 de outubro, Cuiabá x Londrina, e no dia 11 de outubro Cuiabá x Vitória. Porém, de acordo com a CBF se a situação não for regularizada, outro estádio será escolhido para o time de Mato Grosso cumprir os compromissos.

Problemas no gramado

Em março, após notificação do Ministério Público Estadual (MPMT), o Governo do Estado barrou a realização do festival em comemoração aos 300 anos da Cuiabá na Arena Pantanal, que ia ser realizado pela prefeitura de Cuiabá.

O argumento usado pelo órgão ministerial é que a realização de eventos no estádio danificaria o gramado, o que prejudicaria a realização de jogos de futebol.

À época, o prefeito da Capital, Emanuel Pinheiro (MDB) criticou a decisão afirmando que deu todas as garantias de que a grama do estádio não seria estragada, porém foi ignorado. O chefe do Executivo municipal ainda afirmou que o estádio, que foi uma das sedes da Copa do Mundo de 2014, tratava-se de um ‘elefante branco’.

Veja a nota do governo do Estado na íntegra:

A Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer informa que a Arena Pantanal está liberada para jogos e lamenta a decisão da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em suspender a partida entre Cuiabá x Coritiba, marcada para terça (24.09), pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Por não haver outras alternativas na capital, a Arena Pantanal tem recebido uma intensa sequência de jogos que dificultam a recuperação completa do gramado. 

Todavia, serviços de recuperação são constantemente executados para a redução desses danos e hoje apenas uma pequena parte do gramado (7%) próxima ao gol do setor norte está afetada, situação parecida, e por vezes até mais satisfatória, com as vistas em alguns estádios do país que recebem partidas dos campeonatos brasileiros, inclusive da série A. E mesmo com o longo período sem chuvas, as medidas garantiram que o gramado da Arena Pantanal apresentasse boas condições de uso, conforme foto produzida nesta segunda-feira (23.09). 

A Secel lamenta mas acata a decisão da CBF e informa que  já tomou as providências para fazer a troca parcial do gramado na região afetada o mais breve possível.  Para isso, entrou em contato com a mais reconhecida empresa do país na prestação desse tipo de serviço. Apesar da dificuldade de logística, já que a grama e os equipamentos de instalação e preparação do solo serem provenientes de outros Estados, a previsão é de que o serviço seja concluído até o dia 05 de outubro.

 É a primeira vez que um time da capital se classifica para a séria B do campeonato brasileiro e sabedora da relevância da Arena Pantanal como único espaço em Cuiabá para o atendimento do regulamento da CBF, a Secel reitera seu compromisso em dar condições para assegurar a programação acordada.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei