Domingo, 11 de Agosto de 2019, 08h:00

Tamanho do texto A - A+

Cuiabano conta sua rotina como pai de seis crianças; "dia a dia é agitado"

Por: ANA ADÉLIA JÁCOMO



Reprodução

Mariovino - pai de 6

 Foto postada pela @maede6_, com a legenda: "Hoje tiramos o sábado pra vir de azul, tudo pra esse papai lindo que cuida de todos nós...nós te amamos muito"

Mariovino Rodrigues é um cuiabano que tem um dia a dia agitado dentro de casa. Pai de seis crianças, ele é responsável por lavar as roupas da família, levar e buscar a criançada para a escola e compartilha todas as atividades domésticas com a esposa.

Ele é casado com a influenciadora digital Pâmela Ribeiro, dona do Instagram @mãede6_, que acumula 66,7 mil seguidores compartilhando a rotina com os seis filhos, dando dicas de beleza e oferecendo apoio a mulheres que se identificam com sua história.

Eles são pais da Miriam de 7 anos, dos quadrigêmeos: Matheus, Millena, Davi e Nicolly, que têm 2 anos, e do Miguel, de 11 meses. Juntos desde 2010, o casal esperou bastante para realizar o sonho de serem pais.

Neste domingo (11), quando é comemorado o Dia dos Pais, a história do Mariovino e da Pâmela serve de inspiração. “Ver os filhos saudáveis, correndo pela casa, receber o carinho, sorrisos, beijos, abraços... não há dinheiro que pague. Eles disputam para ficar nas costas do papai. Confesso que amo muito ter eles assim comigo”, disse ele ao HNT/HiperNotícias.

Mariovino conta que conheceu Pâmela em 2010, durante um encontro religioso. Segundo ele, depois de um mês estavam namorando, e para se casarem foi bem rápido. Após a primeira filha e sete anos de casamento sem conseguirem engravidar, optaram por realizar um tratamento de fertilidade. Logo na primeira tentativa, Pâmela conseguiu engravidar.

“Quando fomos fazer a ultrassom, a médica colocou o aparelho na barriga da minha esposa e, de cara eu já vi três bolinhas. Comecei a rir, meio de nervoso, de ansiedade, medo, alegria, tudo ao mesmo tempo. A médica saiu da sala. Foi buscar um óculos para ver melhor, e nós ficamos ali extasiados. Quando ela voltou, tirou as medidas de cada um, e quando foi ver a bexiga da minha esposa, viu que havia outro bebê. Eram quatro!”, relembrou ele.

A gravidez da esposa foi de alto risco e ela teve que passar praticamente toda gestação em repouso. Os bebês nasceram em Cuiabá e a grande família atrai a atenção por onde passam.

Instagram pessoal

roupa varal

Roupas lavadas por Mariovino são motivo de orgulho para posts em redes sociais

“Foi um misto de sentimentos. Ao mesmo tempo que a felicidade era aparente, havia o medo, receio de algo dar errado, não só com eles, mas também com a minha esposa. Ela tinha acabado de assumir um cargo público em Matupá, e eu estava trabalhando em Cuiabá. Então havia a insegurança, receio da ficarmos distantes um do outro. Colocamos tudo nas mãos de Deus, se Ele permitiu, confiamos em Seus planos em nossa vida”.

Após a gestação dos quádruplos, Pâmela e Mariovino decidiram que precisavam de um tempo para descansar, afinal não é nada fácil cuidar de quatro bebês consecutivamente. O casal então agendou uma viagem para Maceió e acionou familiares para cuidarem das cinco crianças, para que pudessem viver uma segunda lua de mel. 

Durante a viagem, que durou cerca de 10 dias, Mariovino conta que percebeu que a esposa não estava tomando anticoncepcionais. “Eu lembro de ter perguntado, mas achamos que, por ter sido difícil engravidar antes, seria igual dessa vez”.

Assim que chegou em Cuiabá ele conta que a esposa começou a sentir alguns indícios de uma suposta gravidez, que foi confirmada na sequência. Era Miguel, o sexto e último filho do casal cuiabano. Pâmela optou por fazer laqueadura após o parto. A rotina diária ê super puxada, agitada. Mas a gente se ajuda muito e acaba dando certo”, disse ele.

AUTISMO

Um dos quadrigêmeos, o Mateus, foi diagnóstico no final de ano passado com autismo ou Transtorno do Espectro Autista (TEA). Mariovino conta que a esposa percebeu o comportamento diferente do filho logo após ele completar 1 ano e sete meses.

Instagram pessoal

criancas

A família foi atrás de um diagnóstico. Marcaram psicólogo e neurologista, e logo veio o diagnóstico de TEA. Mateus está em tratamento e os pais ainda estão se adaptando às necessidades dele. “Desde bebezinho o Matheus, que é autista, amava dormir no meu peito. Ao ficar maior, trocou o peito pelas costas”, contou o pai.

O Dia dos Pais este ano, 2019, tem um gostinho de especial para a família. É a primeiro ano com todos os filhos, já que o bebê Miguel tem apenas 11 meses.

“Primeiramente confiar em Deus, que Ele capacita para exercer este papel tão importante. Também acredito que é muito importante ser parceiro da esposa nas atividades da casa. Tenho uma vida maravilhosa. Este dia dos pais é um momento de muita alegria e agradecimento a Deus pelas bênçãos. Iremos fazer um churrasco com toda a família”.

Avalie esta matéria: Gostei +20 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto