Domingo, 15 de Setembro de 2019, 08h:35

Tamanho do texto A - A+

Calor de Cuiabá provoca aumento no consumo de energia de eletrodomésticos

Por: KHAYO RIBEIRO

As altas temperaturas registradas em Cuiabá nos últimos dias podem provocar um aumento no consumo de energia elétrica de eletrodomésticos. O apontamento foi feito ao HNT/HiperNotícias pelo engenheiro eletricista Lauro Leocardio da Rosa, nesta quinta-feira (12).

Reprodução

conta de luz

 Imagem ilustrativa

O engenheiro eletricista, que também é doutorando em Física Ambiental, disse que o recordista em consumo é o ar-condicionado. “Esse possível aumento na tarifa de consumo se dá por conta de o ar-condicionado ‘trabalhar’ mais tempo na troca de energia com o ambiente externo”, apontou.

À reportagem, o especialista comentou que o aumento na tarifa de energia elétrica oriundo de refrigeradores é resultado de um maior tempo de serviço desse tipo de aparelho. “No calor, o ar vai demorar muito mais tempo para refrigerar um quarto”, disse.

Além dos refrigeradores, os ventiladores e as geladeiras também não escapam da lista dos que mais consomem neste período do ano.

Os aparelhos com motor são os principais “vilões” desse período. Enquanto os eletrodomésticos resistivos, como ferro de passar roupas e chuveiro elétrico não apresentam variação significativa no consumo.

Aliado às altas temperaturas, o período de estiagem típico deste período do ano faz com que a geração de energia elétrica seja prejudicada, uma vez que a matriz energética brasileira é baseada em hidrelétricas.

Com menos chuvas, a produção e distribuição de energia se torna mais cara, refletindo diretamente na cobrança da conta de luz.

“O aumento na cobrança do Kw/h no período da seca, em decorrência da taxa vermelha da conta de energia elétrica também aumenta os gastos com a conta no fim do mês”, aponta o engenheiro eletricista.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei







Mais Comentadas