Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 15h:20

Tamanho do texto A - A+

Abertura de comportas de Manso é avaliada para evitar racionamento de água

Por: KHAYO RIBEIRO

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) deve avaliar nos próximos dias a possibilidade de abertura das comportas da Usina Hidrelétrica de Manso. A solicitação foi realizada após uma reunião entre a representantes da Furnas, da Águas Cuiabá e do Departamento de Água e Esgoto (DAE) e Várzea Grande na noite desta segunda-feira (16).

Mayke Toscano/Hipernotícias

Rota da Integração/Rota das Águas/Manso

 

A medida foi apresentada no encontro como estratégia para evitar um possível racionamento na distribuição em algumas cidades da Baixada Cuiabana. Isto se deve ao fato de o clima deserto da temporada de seca deste ano estar afetando de forma intensa os mananciais.

Ao HNT/HiperNotícias, o secretário de comunicação da Prefeitura de Várzea Grande, Marcos Lemos, apontou que a demanda precisa ser avaliada em uma instância superior. “Isso não depende só da Furnas. Temos que levar em conta diversas questões como as de impacto ambiental”, disse.

Marcos Lemos pontuou que em Várzea Grande a possibilidade de racionamento de água é baixa, uma vez que a cidade conta com um sistema duplo de captação e de poços de água.

À reportagem, a Águas Cuiabá disse que o “objetivo do encontro foi analisar possibilidades operacionais em caso de prolongamento da estiagem”. Além disso, um balanço da concessionária apontou também que o consumo de água em Cuiabá no mês de agosto teve um aumento de 7%.

“O Estado de Mato Grosso tem enfrentado condições climáticas severas e complicadas, contexto que levou, inclusive, o governo a decretar Situação de Emergência. Os recursos naturais são esgotáveis e preservá-los é tarefa de toda a comunidade. Pedimos que nesse período de forte estiagem, até que ocorram as primeiras chuvas, a população use a água tratada de maneira consciente e moderada, de forma a conseguirmos passar pelo período mais crítico dessa situação”, explica o diretor-geral da Águas Cuiabá, Luiz Fabbriani.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei