Quarta-Feira, 18 de Setembro de 2019, 07h:30

Tamanho do texto A - A+

União em nome do progresso

Por: NELSON BARBUDO

Alan Cosme/HiperNoticias

Nelson Barbudo

Aos poucos, a população brasileira vai deixando de lado as amarras ideológicas que aprisionaram e atrasaram o desenvolvimento do nosso Brasil nas últimas décadas. De forma gradual, a população vai entendendo a importância de sua participação na política como única forma de tornar possível a concretização de um país próspero e justo. Como representante desta mudança, hoje o PSL comemora a expressiva marca de quase 500 mil filiados em o país.
Somente em Mato Grosso, a sigla cresceu 117% e está bem perto de 8 mil filiados. Um número significativo, que mostra que o mato-grossense voltou a acreditar que é possível fazer melhor, é possível fazer diferente, e escolheu o PSL como o agente capaz desta mudança. Foi bonito ver tanta gente empenhada, participando em Cuiabá do grande ato nacional de filiação.  Isso renova nossas esperanças.
De forma gradual e com muito trabalho, estamos conseguindo colocar o Brasil nos eixos, rumo ao progresso, rumo ao desenvolvimento com soberania. É um trabalho gigante e difícil. Não é fácil retirar da estrutura pública todo o atraso gerado por 16 anos de uma gestão desastrosa e criminosa, que nos colocou na mais grave crise de toda a nossa história.
É motivo de orgulho ver o empenho dos nossos deputados estaduais, federais, senadores e gestores públicos, travando intensos debates com aqueles que ainda não entenderam que o povo, nas urnas, já disse o que quer. Mesmo com a torcida daqueles que são contra o Brasil, medidas econômicas, administrativas e sociais vão corrigindo distorções e tornando nosso horizonte cada vez melhor.
O avanço da reforma da previdência, prestes a ser aprovada no Senado, vai dar fôlego para que o governo do presidente da República, Jair Bolsonaro, consiga fazer os investimentos necessários, em todas as áreas, para que aqueles que produzem e geram a nossa riqueza consigam trabalhar sem ter que carregar uma máquina pública pesada, inchada e ineficaz.
Logo iremos dar um novo passo, mudando a legislação tributária do Brasil, que gera atraso fazendo com que nossas empresas, nossas indústrias, e nossos produtores percam competitividade em e com outros países. Será outra imensa batalha, mas estou certo de que conseguiremos vencer.
Nossa esperança está no fato de que cada vez mais e mais pessoas estão se aproximando do nosso partido, o PSL, fazendo com que consigamos chegar ao posto de maior sigla do Brasil. Com esta união de ideais e comunhão de propósitos, chegaremos mais longe.  Em Mato Grosso, já estamos praticamente em todos os 141 municípios e a força do partido poderá ser vista nas eleições municipais de 2020, quando colocaremos à disposição da sociedade, pessoas qualificadas e capazes de fazerem a diferença, confirmando às esperanças depositadas nas urnas.

(*)NELSON BARBUDO é deputado federal e presidente do PSL de Mato Grosso.

Avalie esta matéria: Gostei +7 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto