Terça-Feira, 16 de Julho de 2019, 17h:00

Tamanho do texto A - A+

Inteligência Artificial no mercado financeiro

Por: JONATHAN BISPO

Reprodução

Jonathan Bispo

Ela está cada vez mais presente na vida das pessoas. Já mudou nossos hábitos de consumo, de alimentação, de lazer, de educação e até mesmo de negócios. A Inteligência Artificial (IA) deixou os filmes de ficção científica e se tornou, hoje, geradora de cada vez mais serviços.  Basta olharmos nosso cotidiano para enxergarmos o alcance da IA e de tecnologias derivadas, que colocaram empresas como Google, Amazon e Facebook no topo entre todas as companhias.
E, como não podia deixar de ser, todo o leque de opções gerado pela IA tem sido explorado por cada vez mais segmentos, inclusive o mercado financeiro. Antes de falar sobre isso, é preciso entender justamente o que é essa tecnologia. A Inteligência Artificial capta o comportamento humano e a aplica em determinadas áreas, ou seja, faz com que máquinas sejam capazes de raciocinar, analisar situações, resolver problemas e tomar decisões.
Desta forma, a utilização da IA no mercado financeiro se mostra cada vez mais acertada. Isso porque, ainda que ele seja sujeito a variáveis externas, boa parte das oscilações obedecem a um padrão, ou muitos padrões, com a possibilidade de serem previstos. Para aplicar a IA ao mercado financeiro, basta alimentar a máquina com estas variáveis e indicar quais serão as melhores decisões a serem tomadas.
No caso do mercado de câmbio, por exemplo, é possível que as decisões tomadas por um operador humano possam ser delegadas a um robô que, alimentado destes parâmetros, pode aumentar os ganhos gerados pela compra e venda de moeda estrangeira. E tudo isso com muitas vantagens em relação ao trabalho manual.
Em primeiro lugar, robôs não se “cansam”, podendo operar initerruptamente nos mercados estrangeiros, sem nenhuma interferência, por exemplo, do fuso horário, quando falamos das bolsas asiáticas e europeias. Mais do que isso, por não apresentarem fadiga, já que são máquinas, os robôs são menos passíveis de erros, algo inerente a todas as pessoas, mesmo aquelas classificadas como as melhores operadoras do mercado.
Analisar dados, operações não realizadas, tendências de mercado, realizar a análise de risco. Muitas são as oportunidades já reveladas, causadas pela Inteligência Artificial. Especialistas apontam que, em breve, o mercado financeiro será completamente transformado. E esta revolução passa justamente pelo aumento da Inteligência Artificial nos processos.
Há um ditado que diz que aquele que chega primeiro ao riacho bebe a água mais limpa. Do mesmo modo, aquele que consegue fazer o melhor uso da IA no mercado financeiro certamente terá lucros maiores. A hora de investir nesta tecnologia é agora e, como apontam os resultados mais recentes, a chance de sucesso é enorme.

*JONATHAN BISPO é coach financeiro e trader.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto








Mais Comentadas