Terça-Feira, 14 de Maio de 2019, 08h:12

Tamanho do texto A - A+

Dia de Campo apresenta novas variedades de flores tropicais em Tangará da Serra

O evento reuniu produtores, profissionais técnicos, professores e pesquisadores para troca de experiências em prol da cadeia produtiva regional

Por: REDAÇÃO

O secretário adjunto de Educação Profissional e Superior da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), Stephano Benevides do Carmo, participou na sexta-feira (10) do Dia de Campo sobre Flores Tropicais, em Tangará da Serra. O evento buscou reunir técnicas e práticas de cultivo e manejo, como forma de propagação e formação de mudas, preparo de área, plantio e tratos culturais regionais.

Stephano Benevides

Flores tropicais - dia de campo Tangará da Serra

A iniciativa integra o Programa de Extensão MT Horticultura da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat). E uma das responsáveis da chácara Imperial Flores Tropicais, Jessica Trevisoli, explicou que o objetivo foi de mostrar as novas variedades de flores tropicais que estão sendo cultivadas aos produtores, estudantes e interessados na cultura, que ainda tiveram a oportunidade de adquirir as sementes e flores.

Jessica falou dos desafios e da imensa alegria que é estar à frente de um negócio, que poderá ser uma expansão para os pequenos produtores. “Estamos buscando que outras pessoas se interessem pelas flores, porque este é um mercado promissor e não estamos conseguindo atender todos os pedidos do Estado".

Stephano destacou a importância do evento que contribuiu na busca de encontrar soluções sustentáveis de desenvolvimento para Tangará da Serra. Essas pesquisas refletem diretamente na busca de novas tecnologias. “O mais importante nesses eventos é fazer com que o produtor rural aprenda uma cultivação nova, já que isso impacta diretamente na atividade agrícola, com maior de geração de renda”.

Os professores especialistas da Unemat Tangará da Serra, William Krause e Celice Alexandre Silva, atualmente realizam pesquisas com diferentes variedades de flores tropicais, como Bastão do Imperador, Alpínia, Gengibre Ornamental e Helicônia, estas variedades são cultivadas nas áreas experimentais da Universidade.

O evento foi realizado em parceria com a Secitec e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), contou com a presença de agricultores, estudantes e técnicos de Tangará e também de outros municípios da região.

 

 
Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei