Quarta-Feira, 19 de Junho de 2019, 13h:05

Tamanho do texto A - A+

Contratação de 50 analistas deve acelerar validação de Cadastro Ambiental Rural

Por: REDAÇÃO

A secretária adjunta de Gestão Ambiental da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), Luciane Bertinatto, ressalta que a contratação de 50 técnicos será de extrema importância para a agilidade de validação do Cadastro Ambiental Rural (CAR). A afirmação foi feita para uma plateia de produtores rurais, profissionais do meio ambiente e servidores da Sema que participaram de audiência pública sobre o Sistema Mato-grossense de Cadastro Ambiental Rural (Simcar) realizada na Assembleia Legislativa na quinta-feira (13).

Ronaldo Mazza/ALMT

50 técnicos acelera CAR

 

“Por meio de um Termo de Compromisso Ambiental com o  Ministério Público nós conseguimos angariar recursos para que contratássemos mais 50 analistas de meio ambiente para trabalhar no CAR. Nesse momento eles passam por um processo seletivo realizado pela Unemat e poderemos dar fluidez no órgão ambiental que o estado e o produtor rural merece”, explicou Luciane.

A secretaria adjunta citou também melhorias técnicas e de infraestrutura com investimentos em capacitação da equipe, aquisição de equipamentos e aperfeiçoamento do sistema como forma de destravar o processo. A Secretaria Adjunta reconhece a demanda represada, de mais de 60 mil CAR na base no estado de Mato Grosso e cita a busca da Sema para solucionar esse entrave.

“Encontramos uma dificuldade muito grande no início por um erro de comunicação com o Sistema Florestal Brasileiro. Neste sentido teve um empenho da secretaria Mauren que foi a Brasília buscar alternativas e nós solucionamos o problema da sincronização. Porém ainda temos diversos problemas como sobreposição de área, dois CAR na mesma área, ou erro de cadastro do agricultor, por exemplo”, destacou Bertinatto.

A audiência foi requerida pelo deputado estadual Silvio Fávero que justificou o evento como uma oportunidade para que o órgão ambiental pudesse explicar a proprietários rurais e profissionais do meio ambiente os procedimentos do Simcar, visto que o cadastro é primordial para agricultores conseguirem financiamentos junto às instituições de crédito.

O superintendente do Incra em Mato Grosso, Carlos Eduardo Barbieri, destacou o Acordo de Cooperação Técnica firmado com a Sema para viabilizar a regularização ambiental de assentamentos no estado. O documento prevê a implementação de módulo específico no Simcar integrado ao Sistema Nacional. “Nós temos inscritos no sistema nacional todos os assentamentos e com este módulo especifico que tem previsão legal para entrar em funcionamento até o fim do ano poderemos fazer as correções, modificações e atualizações necessárias e buscar a emissão destes cadastros ambientais rurais individuais”.

Maria Aparecida Andrade, presidente da Associação dos produtores do Assentamento Praia Rica, de Chapada dos Guimarães, destacou a presença da Sema como forma de esclarecer algumas dúvidas dos assentados e disse estar ansiosa para a implantação do Simcar Assentamentos. “Só com a regularização do nosso próprio lote poderemos buscar financiamentos e melhorias na nossa propriedade”, afirmou.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei