Domingo 19 de Fevereiro de 2017
pesquisas

Sexta-Feira, 09 de Dezembro de 2016, 11h:00

Tamanho do texto A - A+

SENAR-MT está prestes a expandir atuação em mais 3 centros de difusão

Por: REDAÇÃO

A parceria entre o Sistema Famato/SENAR-MT e a Associação Mato-grossense de Produtores de Algodão de Mato Grosso (Ampa) para construção e estruturação dos Centros de Difusão Tecnológica no Estado foi o destaque feito pelo presidente Rui Prado durante o evento de posse da nova diretoria da entidade dos cotonicultores, na noite desta quinta-feira (08/12). Além das unidades de Campo Novo do Parecis e de Sorriso, Prado disse que a parceria deve ser estendida para as outras três já construídas pela Ampa e pelo Instituto do Algodão (Ima).

 

"Essa parceria já rendeu muitos frutos. Nós fechamos um acordo com a New Holland semana passada, que vai colocar R$ 6 milhões em máquinas nesses dois centros para que haja treinamentos. São duas colheitadeiras, dois pulverizadores, três tratores e duas plantadeiras. Há, ainda, um convênio com a Baldan (empresa de implementos agrícolas). Assim, teremos condições de capacitar ainda melhor quem faz a produção rural aqui no Estado", anunciou o presidente do Sistema Famato/SENAR-MT.

 

A parceria com a Ampa e o Ima foi estabelecida, desde meados de 2015, para o oferecimento de treinamentos e qualificações do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural. As unidades ofertam inclusive um curso inédito no país, o Gestão de Propriedade Rural ? Gerente de Fazenda, cujos alunos encerram as atividades praticamente 100% empregados. 

Natacha wogel

Parceria Senar MT

 

Prado parabenizou a diretoria encabeçada pelo produtor Gustavo Picolli, que entregou o comando da Ampa ao presidente Alexandre Schenkel. "Foi feito um trabalho importante de abertura da Associação e de entendimento com outras instituições para podermos, então, estabelecer parcerias como essa dos centros de difusão, tão importantes para o desenvolvimento do setor no Estado. Desejo muito sucesso e um grande trabalho à nova diretoria".

 

Além da posse, a Ampa também lançou o livro Algodão, escrito pela jornalista Martha Baptista, que conta a trajetória da cotonicultura em Mato Grosso. Rui Prado é citado na obra como um dos pioneiros na produção de algodão na região de Campo Novo do Parecis, ainda na década de 1980. Prado não planta mais algodão.

 

"Eu me espelho muito, como produtor rural, em vocês, produtores de algodão. Já fui produtor de algodão também, mas ainda não tive coragem de voltar. Vocês são exemplo para o mundo no que se refere à produção, ao comprometimento, ao desenvolvimento, inclusive nas questões sociais. Estão de parabéns", destacou.

 

ATUAÇÃO ? Prestigiando o evento esteve o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, além de outras autoridades como o governador Pedro Taques, os deputados federais Nilson Leitão e Adilton Sachetti, e estaduais, como Dilmar Dal Bosco. Prado aproveitou para elogiar a atuação do ministro em prol da alavancada do setor agropecuário brasileiro. 

 

"O ministro tem andado mundo a fora vendendo nossos produtos, tentando melhorar a nossa produção. É o melhor "whatzapeiro", nunca vi um político trabalhar tanto no whats app, pois manda mensagens de whats mais de uma vez por dia para todos nós com conteúdo para acompanhar pari-passo seu trabalho", comentou.

 

Prado também reforçou ao governador Pedro Taques a importância do debate entre o governo do Estado e o setor agropecuário diante do cenário de crise, sobretudo quanto à reforma tributária. "Nós entendemos a reforma, apoiamos a reforma, desde que não venha penalizar o setor produtivo deste Estado. E o governador tem sido muito firme dizendo que isso não vai acontecer. É a partir desse setor que é gerada a riqueza, gerada a renda, gerado trabalho", disse à plateia. 

 

O SENAR-MT faz parte de um conjunto de entidades que forma o Sistema Famato. Essas entidades dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. É formado ainda pela Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), pelo Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) e pelos 89 Sindicatos Rurais do Estado. O SENAR está nas redes sociais, acompanhe no FacebookInstagramLinkedinYoutube e no nosso Blog.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Faiad recebe visita no CCC

Dois fuzís em dez dias

Batata quente

Explosão e apagão

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas