Sábado, 07 de Outubro de 2017, 12h:00

Tamanho do texto A - A+

Wellaton diz que Emanuel "constrange" Câmara e joga servidores contra vereadores

Por: FELIPE LEONEL

O vereador Felipe Wellaton (PV) teceu fortes críticas ao prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB), na manhã desta sexta-feira (6), durante sessão extraordinária. Na oportunidade, Emanuel compareceu à Câmara para explicar o repasse de R$ 6,7 milhões ao orçamento daquela Casa. A primeira tentativa de repasse foi bloqueado pela Justiça e pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

felipe wellaton

 

O prefeito estuda se vai encaminhar um projeto de lei ou se vai fazer a suplementação por meio de decreto. Emanuel deveria ter encaminhado o texto nessa quinta-feira (5), para que os vereadores votassem. Para Felipe Wellaton, o prefeito tenta jogar a responsabilidade dele para a Câmara, colocando os vereadores em uma situação delicada, por votarem um projeto que iria beneficiar os próprios parlamentares. 

 

Caso a suplementação não seja feita, a Mesa Diretora da Câmara deve demitir mais de 400 funcionários na próxima segunda-feira (9).  "O tipo do decreto trouxe constrangimento, porque um ato do executivo levantou suspeitas sobre os vereadores. E na sexta fazemos uma sessão extraordinária para votar uma lei que é um ato do executivo, deveria ser um decreto. Mas colocam a Câmara contra cerca de 400 servidores", afirmou Wellaton. 

 

De acordo com o parlamentar, o prefeito "constrange" a Câmara mais uma vez, pois coloca os 25 vereadores para votarem contra os servidores. Além disso, ele afirmou que ninguém sabe de onde sairia esta verba e se seria apenas R$ 5,7 milhões. Na avaliação de Wellaton, não há nenhum dado que subsidie os vereadores para votarem a matéria. Na primeira tentativa de suplementar a Câmara, Emanuel anulou cerca de R$ 700 mil da Assistência Social e mais de R$ 2 milhões que seriam destinados à obra de pavimentação asfáltica. 

 

"Então, mais uma vez  o prefeito Emanuel Pinheiro constrange a Câmara. Esse é um ato do executivo, quem cuida de orçamento é o prefeito Emanuel Pinheiro. A primeira suplementação dois dias após uma tentativa de abertura de CPI e agora uma sessão extraordinária para votar uma matéria de suplementação. Eu peço para o senhor um posicionamento, conte como essa suplementação vai ser feita", finalizou o parlamentar, dirigindo-se ao prefeito.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

Maria Consuelo Ferraz - 07/10/2017

Donde saiu esse feiosinho e intrometido tal de Wellaton, para ser Vereador de Cuiabá, perguntou eu ? Para prejudicar ou vingar do Prefeito Emanoel Paletó vem fazendo tudo para prejudicar 400 funcionarios da Camara Municipal de Cuiabá, com demissão neste momento de crise. Será que esse desnaturado vereadorzinho mequetrefe, não vê que a crise tá feia no Brasil todo. Por que essa raiva dele contra os pobres servidores comissionados da Camara de Cuiabá,?...Fora moiçolo.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA