Sexta-Feira 20 de Janeiro de 2017
pesquisas

Terça-Feira, 27 de Dezembro de 2016, 12h:35

Tamanho do texto A - A+

Vereadores reajustam os próprios salários que passam de R$ 15 mil para R$ 18,9 mil

Por: PABLO RODRIGO

Com 14 votos favoráveis e sete contrários, a Câmara de Cuiabá aprovou o aumento salarial dos vereadores. Eles passarão a receber R$ 18,9 mil a partir de 1º de janeiro de 2017.  

                    

A proposta foi apresentada pela Mesa Diretora da Câmara na sessão desta terça-feira (27), que deve ser a última deste ano.

 

O salário atual é de R$ 15,030 mil. A  Verba Indenizatoria dos próprios vereadores terá um acréscimo, já que ela representa 60% do salário de vereador.

 

Votaram contra Domingos Sávio (PSD), Toninho de Souza (PSD), Adilson Levante (PSB), Leonardo Oliveira (PSB), Onofre Júnior (PSB), Alan Kardec (PT) e Arilson Silva (PT).

 

Atualizada às 12h18

 

Com o reajuste do salário dos vereadores, aumenta também o vencimento do prefeito, que passa de R$ 17 mil para R$ 23 mil. 

 

Atualizada às 13h01

 

A Mesa Diretora da Câmara de Municipal de Cuiabá pode apresentar e votar ainda hoje (27) uma proposta de aumento salarial dos próprios vereadores que passaria de R$ 15,031 mil para R$ 18,9 mil. A medida polêmica já encontra resistência de alguns parlamentares, principalmente de quem não estará na próxima Legislatura.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

domingos savio

 

"A Mesa Diretora deve apresentar essa proposta de aumento. Na verdade seria uma correção das perdas inflacionárias, já que o salário de um vereador tem que ser até 75% do valor salarial de um deputado", disse o verador Domingos Sávio (PSD), que se posicionou contra o aumento.

 

De acordo com ele, existe uma forte pressão dos novos vereadores que querem a aprovação do aumento.

 

"Os novos vereadores que vão entrar a partir do ano que vem estão pressionando para que se aprove a proposta. Muitos têm procurado alguns vereadores para isso. Eles não querem o desgaste com a população e aprovar isso na próxima legislatura. Mas se depender de mim isso não passa. A crise do país não permite isso e a população é  totalmente contra", explica o vereador.

 

Para o vereador Ricardo Saad (PSDB), o projeto será apreciado ainda nesta sessão. O tucano explica que o aumento é  mínimo e que há oito anos não tem aumento para os vereadores.

 

"A Mesa Diretora deve apresentar esse projeto e nós vamos votá-lo. Agora é  importante lembrar que não temos aumento e é apenas a correção inflacionária", disse Saad, que é favorável ao aumento.

 

Caso seja aprovado o aumento salarial,  os vereadores passam de R$ 15 mil para R$ 18,9 mi e automaticamente se aumenta o salário do prefeito da capital e a Verba Indenizatoria dos vereadores que hoje corresponde a 60% do salário parlamentar.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








2 Comentários

Cleber - 27/12/2016

Vergonha, não valem oque ganham. Deveria receber um salário mínimo.

Alberto - 27/12/2016

Em Mato Grosso só o estado está em crise, por conta da incompetência do governo Taques.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA

Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Taques lamenta morte de Teori

Senador posta vídeo com Temer

Só ladrões têm acesso a nomeados

Prefeito visita enfermeira agredida

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas