Quarta-Feira 22 de Fevereiro de 2017
pesquisas

Terça-Feira, 04 de Outubro de 2016, 10h:56

Tamanho do texto A - A+

Taques participa de reunião com presidente do Senado

Por: DA REDAÇÃO

O governador Pedro Taques participa nesta terça-feira (04), às 15h30, de uma reunião com o presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros. Na pauta estará a crise econômica que atinge as contas dos Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste do país, mais o Distrito Federal.

 

Os 20 governadores que participarão do encontro pedem auxílio à União para o enfrentamento da crise.

 

No caso de Mato Grosso, Taques pleiteia a liberação de recursos do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX) do ano de 2016. Os recursos giram em torno de R$ 400 milhões, sendo que desse total, 25% será destinado aos 141 municípios.

 

O Governo Federal alongou o parcelamento das dívidas dos Estados para aliviar a crise. No entanto, a repactuação da dívida com a União, não trás alívio de caixa aos Estados do Norte, Nordeste e Centro Oeste, uma vez que a dívida dessas Unidades da Federação é baixa, se comparado com os Estados do Sul e Sudeste, principais beneficiados com a medida.

 

Os governadores também aguardam uma reunião com o presidente Michel Temer para tratar da liberação de novos recursos. Ao todo, o pacote solicitado pelos governadores das três regiões compreende um montante de R$ 7 bilhões. Diante do agravamento da crise, os gestores não descartam a possibilidade de decretarem estado de calamidade.

 

O Governo de Mato Grosso aguarda o pagamento dos recursos do FEX ainda neste ano para atravessar a crise e amenizar o problema da diminuição dos repasses federais. Por conta da crise, a União diminuiu os repasses obrigatórios para manutenção da saúde e também do Fundo de Participação dos Estados (FPE), o que impactou diretamente nas contas públicas.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

'Papelão' barra jogo

Não é pedra no sapato

Meia-entrada

CBF veta tricolor

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas