Quinta-Feira, 07 de Setembro de 2017, 16h:55

Tamanho do texto A - A+

Taques defende prévias no PSDB e diz que Alckmin é mais "preparado" que Dória

Por: PABLO RODRIGO

O governador Pedro Taques (PSDB) defendeu a realização de prévias dentro do seu partido para definir qual o nome da legenda deve ser escolhido para a disputa pela presidência da República em 2018. O posicionamento do tucano ocorre mesma semana em que o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), teceu críticas ao correligionário e prefeito da capital paulista, empresário João Dória, que admitiu a possibilidade de deixar a legenda, caso não seja o escolhido para a disputa do ano que vem.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

pedro taques

 

 

"Feliz do partido como o PSDB que tem a possibilidade de vários candidatos. Eu defendo que o PSDB possa ter prévias, se não tivermos um consenso de quem será o candidato. E um partido como o PSDB precisa ter um candidato", disse Taques, que é membro da direção nacional da sigla.

 

Apesar de manter amizade tanto com Dória quanto com o Alckmin, Taques acredita que o governador de São Paulo seria o mais preparado para a disputa. 

 

"Com certeza, Geraldo Alckmin está mais preparado. Foi governador de São Paulo por quatro vezes, está mais abalizado, conhece mais. O Doria também é bem preparado”, ponderou.

 

Sobre uma possível saída de Dória do PSDB, o governador disse que não acredita que "a criatura se vire contra o criador". “A política adora a traição, mas odeia os traidores", disse Taques em tom de críticas a Dória.

 

Dória e Alckmin já não escondem a disputa interna para conseguirem viabilizar a candidatura  ao Palácio do Planalto. 

 

Reprodução

Doria e alckmin

 

Os dois tucanos vem vonstruíndo várias agendas nacionais para conquistar apoio dos tucanos em outros estados. 

 

Assim como Dória, Alckmin já realizou diversas reuniões com aliados do Nordeste neste semestre. Já no mês passado, Doria visitou a região duas vezes. 

 

No âmbito regional, os líderes do PSDB em Mato Grosso tem como prioridade garantir uma candidatura natural do governador Pedro Taques à reeleição e, além disso, emplacar outro nome da legenda na chapa majoritária, buscando uma vaga ao Senado. A princípio, a vaga foi “entregue” ao deputado federal Nilson Leitão.

 

“Nós temos um governador em Mato Grosso, que tem direito à reeleição. É óbvio que isso será prioridade do PSDB. Além disso, o partido vai reivindicar uma vaga de senador. Em 2014 nós abrimos mão dela”, lembra Leitão, que preside o ninho tucano no estado.

 

Para o deputado, o plano de ter dois nomes na chapa majoritária não deve afastar os aliados. No ano que vem, serão duas vagas ao Senado e os grandes partidos da base já demonstraram interesse em preencher uma delas.

 

Leia mais sobre o assunto: 

 

Líderes do PSDB defendem reeleição de Taques e querem Leitão no Senado

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto