Sábado, 12 de Agosto de 2017, 10h:20

Tamanho do texto A - A+

Taques cobra Michel Temer: "Precisamos de logística de transporte"

Por: FELIPE LEONEL

O governador de Mato Grosso, Pedro Taques (PSDB), cobrou do presidente Michel Temer (PMDB) mais investimentos na logística do estado. Dentre as cobranças mais enfáticas, está a pavimentação dos 100 km da BR-163, importante rodovia para o escoamento da produção agrícola, para o Porto de Miritituba, no estado do Pará. 

"O Brasil precisa olhar de uma forma diferenciada para o estado de Mato Grosso, precisamos resolver de uma vez por todas a saída para o Norte. Precisamos da pavimentação dos 100 km que faltam, nos ligando a Miritituba, e logo, os portos de Miritituba já não aguentarão mais exportar o que nós produzimos", disse o governador, durante visita a Lucas do Rio Verde. 
 
No começo deste ano, este trecho da BR-163 causou prejuízos estimados em R$ 10 milhões ao dia para os produtores do estado. As perdas ocorreram devido a um atoleiro na rodovia federal, que ocasionou filas quilométricas de caminhões, que estavam levando a produção agrícola para serem exportadas. 
 
Temer e Taques

Taques destacou que Mato Grosso dá uma importante contribuição para o Brasil, pois dos 100 bilhões de dólares exportados pelo complexo do agronegócio, o estado foi responsável por U$ 16 bilhões, enquanto o estado de São Paulo, exportou U$ 20 bilhões. Para Taques, isso mostra que MT "sabe fazer", mas que precisa da ajuda do governo federal. 
 
"Mostra que o estado está superando desafios, para que, quem sabe produzir, produza cada vez mais", completou Pedro Taques. 
 
Ele ainda pediu que a Ferrovia da Integração Centro-Oeste (Fico), orçada em R$ 6,11 bilhões, passe pelo município de Água Boa e Lucas do Rio Verde. A ferrovia vai ligar o País, do Norte ao Sul, passando pelo município de Campinorte, no estado de Goiás. Além disso, ele reivindicou que a Ferrogrão "saia do papel". 
 
A Ferrogrão está prevista para ser concluída até 2025 e orçada em R$ 12,6 bilhões. A obra deve ter 1.142 quilômetros, entre Lucas ao Porto de Miritituba (PA). Somado a isso, Taques pediu a implantação de uma Universidade Federal no município de Lucas do Rio Verde, para que as pessoas possam se capacitar. 
 
"Aqui nessa região, já ocorre o chamado desemprego estrutural. Nós temos muitas pessoas querendo trabalhar, mas as vagas são para cargos de níveis superiores. Mato Grosso foi o segundo estado da Federação, que mais criou empregos neste ano, mas as pessoas precisam de qualificação", finalizou. 
Avalie esta matéria: Gostei +3 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto