Terça-Feira, 17 de Julho de 2018, 14h:46

Tamanho do texto A - A+

Repasse do Estado para a saúde continua atrasado, afirma Neurilan

Por: DANNA BELLE

“Será que o Governo vai dar calote? Vai finalizar o mandato e não vai pagar o que deve do ano de 2016 e do ano de 2018?”, questionou o presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga (PSD) sobre a dívida na área da saúde do Estado com as Prefeituras Municipais.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

neurilan fraga

 Presidente da AMM, Neurilan Fraga

De acordo com Fraga, o repasse do Governo continua atrasado, totalizando quase R$ 100 milhões, sendo R$ 32 milhões somente de 2016, além de estar sem pagar dois meses de 2017 e todos os meses deste ano.

 

“As prefeituras estão com dificuldade porque agora não têm condições de bancar remédios, salários dos profissionais do PSF pagos com recurso do Estado que não está sendo repassado”, afirmou durante entrevista à Rádio Capital 101,9 FM na manhã desta terça-feira (17).

 

Sobre os outros repasses obrigatórios, Fraga explicou que o único feito dentro do prazo é do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS). O Fundo de Transporte e Habitação (Fethab) sofre atraso de alguns dias. O recurso do transporte escolar atrasa, em média, de dois a três meses com frequência.

 

O projeto do Governo do Fundo de Estabilização Fiscal (FEF), conhecido como Fundão, visando arrecadar verba a ser destinada à saúde foi aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Porém, Fraga acredita que além do Fundão será necessário fortalecer o caixa para não deixar déficit a próxima gestão.

 

“O Fundão, pelo que eu estou vendo, vai arrecadar algo em torno de R$ 10 milhões a 13 milhões por mês, ele tem que repassar uma média de R$ 6 milhões, já foi a metade do fundo, tem os hospitais filantrópicos, os hospitais regionais, os conveniados e etc. Além da dívida com as prefeituras, então se não tiver um reforço de caixa mesmo com esse fundo, vai ficar dívida para o outro governo”, concluiu.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




2 Comentários

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo - 17/07/2018

Complementando>>>Essa de deixar ''DÉFICIT" para nova gestão ..... é uma prática habitual, em que os prefeitos que saem, deixam para os que entram ...... é muito difícil hoje em dia, o prefeito que vai tomar posse , encontrar o "CAIXA" no AZUL... SEMPRE NO VERMELHO>>>Não vem com onda!!! Agora!!!Se as prefeituras, estão com dificuldades... PACIÊNCIA!!!! No Brasil ... todas estão... em virtude dos "DESMANDOS" que pairam na maioria delas. Tais como extrapolação de limites nas ""folhas de Pagamentos (NÃO OBEDECEM A LRF). sem contar que as DESPESAS sempre maiores que as RECEITAS. Há prefeituras em MT, ...que gastam com >>>RODEIOS, SHOW DE SERTANEJOS, VAQUEJADAS,INAUGURAÇÕES DAS MAIS DIVERSAS POSSÍVEIS, REVEILLONS, festas de Santos padroeiros(religiosas>>>S.João . S.Pedro e por aí vai.... ),.. . enfim.... GASTOS INÓCUOS INOPORTUNOS E DESCABIDOS.. enquanto a população dos municípios padecem nos hospitais, por falta de leitos, UTIs, medicamentos básicos etc e etc... e a última>>>a Câmara de Cuiabá aprovou "AUXILIO ALIMENTAÇÃO", (como se fossem Trabalhadores Assalariados e Funcionários Públicos) É MOLE???? AGORA PASMEM!!!>>>Saiu na mídia, em que o "Prefeito" mandou PAGAR O VELÓRIO DA SOGRA.. Mais uma barbaridade!!! .... Sem contar com NEPOTISMOS, que rola solto e à vontade. Querem provas???Basta verificar os noticiários nos Jornais Virtuais. FARRAS com o "dinheiro público" é o que não faltam. Eis o questionamento que fica!!!>>>Onde está o órgão que deveria FISCALIZAR todas essas aberrações???? Enquanto a fiscalização não chegue,.....>>.que os CHEFES DOS EDIS, faça da LRF, seu LIVRO DE CABECEIRA.. e aprenda viver dentro dos LIMITES DE GASTOS... Fim de papo .....

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo - 17/07/2018

DE NOVO ESSES REPASSES?????Parece quase INTERMINÁVEIS...Essa AMM, só vem a mídia cobrar. Ninguém.., vê de fato, o que essa Associação faz???? Até dinheiro do FEX, ,segundo a mídia, ela já PAPOU..... CHÔ CHÔ CHÔ... fim de papo .

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA