Terça-Feira, 13 de Fevereiro de 2018, 11h:45

Tamanho do texto A - A+

PTB não deve apoiar reeleição de Pedro Taques, afirma Niuan Ribeiro

Por: DA REDAÇÃO

Um dos principais articuladores para a eleição do prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), o PTB de Mato Grosso deverá continuar na oposição à candidatura à reeleição do governador Pedro Taques (PSDB). O prognóstico foi dado pelo atual vice-prefeito da Capital e membro do partido, Niuan Ribeiro, que entende ser natural não apoiar o tucano na disputa de outubro deste ano.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

niuan ribeiro

 

Ribeiro lembra que o partido tem colocada à disposição do grupo a pré-candidatura do conselheiro afastado do Tribunal de Conta do Estado (TCE), Antônio Joaquim, embora reconheça a dificuldade imposta pela Justiça, que suspendeu o processo de aposentadoria dele.

 

Caso Joaquim não consiga ingressar na disputa como nome da oposição a Taques, Ribeiro defende o nome do senador Welington Fagundes (PR), que também manifestou interesse em concorrer neste ano ao Palácio Paiaguás. “Acho que Welington também é um bom nome, porque ele tem muita densidade no interior e bom apoio na Capital. Mas isso passa, no caso dele, por uma decisão pessoal, familiar, partidária e, por fim, no arco de aliança”.

 

Para o vice-prefeito, não é possível descartar por completo uma composição com Taques. Ele lembra que em 2014 o partido ajudou a eleger o tucano, à época no PDT, para o comando do Estado. Hoje estamos em uma situação de oposição e, se houver uma candidatura de oposição, é um lugar mais fácil para estarmos”.

 

 

Enquanto aguarda uma definição sobre a situação de Joaquim, que segundo o próprio conselheiro retira sua candidatura se em 20 de fevereiro não conseguir reverter sua situação, o PTB já trabalha na formação de chapas proporcionais. A ideia é eleger, pelo menos, um deputado estadual e um federal.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 5