Terça-Feira, 15 de Maio de 2018, 10h:21

Tamanho do texto A - A+

Presidente do PP em Cuiabá assume presidência do Intermat

Por: MICHELY FIGUEIREDO

Através do ato 25.081/2018, publicado no Diário Oficial que circula nesta terça-feira (15), o governador Pedro Taques (PSDB) nomeou para o cargo de presidente do Instituto de Terras do Estado de Mato Grosso (Intermat) o presidente municipal do Progressista de Cuiabá, Demílson Nogueira Moreira. A posse ocorre depois do recuo do vereador Diego Guimarães (PP), que chegou a participar de cerimônia para assumir o cargo, no entanto refluiu após descobrir que perderia a vaga na Câmara Municipal de Cuiabá se optasse por integrar o Executivo Estadual.

 

Denise Soares Do G1 MT

intermat

 Autarquia passa da cota do DEM para o Progressistas

Antes da nomeação de Demílson, estava conduzindo temporariamente a autarquia Elder Costa Jacarandá. A vaga, agora nas mãos do PP, estava sob os cuidados do Democratas, com a indicação de Cândido Teles, que se desligou da função no período limite estipulado pela Justiça Eleitoral para os interessados em concorrer a algum cargo eletivo nas eleições de outubro.


Embora o Progressistas já tenha anunciado apoio ao projeto alternativo ao Palácio Paiaguás, encabeçado pelo senador Wellington Fagundes (PR), a nomeação para o Intermat pode significar uma tentativa de aproximar integrantes do partido do projeto à reeleição de Pedro Taques, o que pode ocasionar um racha na legenda.


Quando Diego Guimarães foi anunciado como presidente da autarquia, o presidente estadual do partido, deputado federal Ezequiel Fonseca, reiterou que a sigla se mantém afastada do arco de aliança do governador Pedro Taques e chegou a convidar Diego a se retirar da agremiação. Neri Geller foi a favor da ida de Diego para o governo e em razão disso Fonseca estendeu o convite ao ex-secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei