Sexta-Feira 24 de Fevereiro de 2017
pesquisas

Terça-Feira, 27 de Dezembro de 2016, 11h:19

Tamanho do texto A - A+

Prefeito retira projeto de aumento do IPTU da Câmara e correção será pelo índice inflacionário

Por: PABLO RODRIGO

A votação do aumento da planta genérica do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de Cuiabá precisa de 17 votos favoráveis para que ocorre na sessão de hoje (27). O projeto polêmico divide os parlamentares.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

câmara de cuiabá

 

O projeto de autoria do Poder Executivo deixou de tramitar na Câmara de Vereadores por conta do líder do governo Mauro Mendes (PSB), vereador Domingos Sávio (PSD), retirou a mensagem da pauta.

  

"Eu retirei o projeto de tramitação na sessão passada. Agora para entrar em regime de urgência precisa de 17 votos e hoje acredito que não alcançarão esses votos", disse o vereador Domingos Sávio.

 

O projeto prevê um aumento no IPTU de até 30%, dependendo da região em que o imóvel estiver localizado.

 

Além de Domingos Sávio, os vereadores Toninho de Souza (PSD), Lueci Ramos (PSDB), Arilson Silva e Alan Kardec do PT, Adevair Cabral (PSDB), Renivaldo Nascimento (PSDB), Faissal (PSB) e Leonardo Oliveira (PSB), já  se posicionaram contra o aumento.

 

"O TCE prevê a revisão da planta genérica a cada três  anos. Mas com a atual crise financeira nacional, a população não pode ser penalisada. Por isso sou contra esse aumento", disse Leonardo Oliveira.

 

Atualizada às 11h37 - Projeto que aumenta IPTU sai da pauta

 

De acordo com o vereador Dilemário Alencar (Pros), a retirada do projeto da pauta ocorre após o prefeito Mauro Mendes (PSB) ter decretado a correção inflacionária da planta genérica.

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei








Leia mais sobre este assunto

Nó de Cachorro

Nó de Cachorro

Riva volta ao Fórum

Canonização de Silval

OAB contra juíza e promotora

Faiad não vai em evento

Mais Notas

Últimas Notícias

Mais Lidas

Mais Comentadas