Segunda-Feira, 03 de Abril de 2017, 11h:40

Tamanho do texto A - A+

Piveta diz que alertou Riva que todos virariam as costas quando a Justiça descobrisse mensalinho

Por: GLAUCIA COLOGNESI

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde (354 km ao Norte de Cuiabá), Otaviano Pivetta (PDT), citado por José Riva como um dos quatro parlamentares que se negou pegar mensalinho da Assembleia Legislativa, comentou que chegou a alertar o ex-político que o esquema fraudulento para aprovar projetos do Governo Estadual iria acabar mal e que todos iriam abandoná-lo quando isso acontecesse.

 

Marcos Lopes/HiperNotícias

Otaviano Pivetta

Pivetta alertou Riva sobre consequências de conduta errada e abandono de colegas.

“Eu o alertei sim que aquilo poderia não terminar bem e no momento que desse algum problema todo mundo iria virar as costas para ele. E isso aconteceu”, afirmou Pivetta, nesta segunda-feira (3), em entrevista à Rádio Capital, 101.9 FM.

 

Pivetta é um dos quatro que não aceitaram a propina oferecida, conforme afirmou Riva em seu depoimento na última sexta-feira (31 de março) à Justiça.

 

Mesmo tendo atuado como deputada de oposição e tendo forte atuação no Parlamento, Vera Araújo (PT), a professora Verinha, também afirmou que não recebeu oferta de mensalinho e que nunca soube que a prática ocorria na Assembleia Legislativa. “Em nenhum momento chegou até a mim nenhuma denúncia. Eu nunca soube e também nunca fui abordada para isso”, frisou. Ele também foi citada por Riva como ex-parlamentar que não participou do esquema.

 

Segundo Riva, pelo menos 33 deputados e ex-deputados estaduais receberam verbas para aprovar projetos de interesse do Governo Estadual.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto