Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 16h:09

Tamanho do texto A - A+

PDT pode romper com DEM e lançar Pivetta ao Governo

Por: DANNA BELLE

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) estuda a possibilidade de abandonar o projeto do ex-prefeito Mauro Mendes (DEM) ao Governo, para lançar o ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, Otaviano Pivetta como pré-candidato ao Palácio Paiaguás.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

zeca viana

 Presidente do PDT em Mato Grosso, Zeca Viana

O motivo do descontentamento  é a indecisão do Democratas em escolher Adilton Sachetti (PRB) ou Carlos Fávaro (PSD) para concorrer a segunda vaga ao Senado. A outra cadeira está definida para Jayme Campos (DEM).

 

“Por enquanto está tudo em prol do nome do Mauro. Eu como presidente do PDT estou dificultando um pouco, porque quero a vaga para o Adilton Sachetti e o nosso projeto está deixando-o de fora”, explicou o deputado Zeca Viana à reportagem do HiperNotícias.

 

Como o projeto ainda está na fase inicial, não há um nome cotado para ser vice de Pivetta na nova chapa, que pode ser lançada. Segundo o presidente do PDT, a definição será tomada após diálogos com os partidos aliados.

 

“São vários partidos que têm pretensão de andar junto conosco, se o Pivetta for candidato a governador”, comentou.

 

Pivetta e Sachetti conversarão com o Mauro, ainda nesta sexta-feira (13), para uma definição do destino de ambos. A decisão do PDT deve ser tomada, no máximo, até a próxima semana, devido a necessidade de começar o projeto de construção da pré-candidatura do pedetista o quanto antes.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 4

Leia mais sobre este assunto




1 Comentários

Carlos Nunes - 14/07/2018

Pois é, o bom da gente que não tem partido nenhum, porque todos tem donos, é ver os caciques políticos brigarem pelas vagas. Na cabeça de muitos já tão eleitos, já são governador, senador, deputados federal e estadual...só esqueceram de avisar nós, os eleitores, os verdadeiros donos do Poder através do voto. Nessa eleição, tirando os candidatos ligados aos poderosos do Agro-negócio, não sobra muito pra gente escolher. Poderoso só beneficia poderoso, ou não? Agro-negócio é bom pra produzir, mas ruim pra governar...o povo fica em último lugar. Pra Governador, sobraram só dois candidatos que não tão ligados aos poderosos do Agro-negócio: o Procurador Mauro - Procurador da Fazenda Nacional, e o Arthur Preza Nogueira - da Polícia Rodoviária Federal...são os únicos independentes, e incontroláveis...o Agro-negócio jamais vai controlá-los. Como a situação de Mato Grosso virou, em muitos casos, um caso de polícia...talvez o melhor candidato seja o Arthur da PRF. Pelo menos, se eleito, a gente poderá dormir tranquilo, sabendo que de agora em diante Mato Grosso tá na mão da Polícia Federal.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA