Segunda-Feira, 02 de Outubro de 2017, 15h:09

Tamanho do texto A - A+

Na chuva, coronel Lesco chega para prestar depoimento sobre escândalo dos grampos

Por: LUIS VINICIUS

O coronel Evandro Lesco, ex-chefe da Casa Militar de Mato Grosso, foi escoltado na chuva por diversos policiais militares até a entrada do Complexo Miranda Reis, bairro Bandeirantes, onde será ouvido pelos delegados Flavio Henrique Stringueta e Ana Cristina Feldner.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

coronel lesco

 

Lesco é o primeiro membro do suposto grupo criminoso que será ouvido no âmbito da Polícia Civil. Ele é acusado de financiar o esquema de grampos ilegais e comprar o sistema sentinela usado para escutas os alvos do grupo composto por militares e servidores do alto escalão do governo.

 

O coronel chegou em uma caminhonete L-200 Triton e desceu na chuva para entrar no prédio. Na sexta-feira (29), o motorista da viatura que transportou Lesco chegou a entrar com o veículo na parte de trás do prédio. No entanto, nesta segunda-feira, ele desceu do carro e caminhou até o elevador, onde foi acompanhado de outros dois policiais até a sala de depoimentos. 

 

Na sexta-feira, data em que seria o primeiro depoimento, a viatura com o coronel chegou a bater em outro veículo antes de estacionar na frente do complexo. Na sala, o advogado de Lesco disse que seu cliente não iria depor até que o inquérito que o acusa fosse disponibilizado para a defesa.

 

Com isso, os delegados deferiram pelo pedido. 

 

Preso

 

Além de Lesco, foram presos, por determinação do desembargador Orlando Perri, o ex-secretário de Segurança Pública, Rogers Jarbas, o atual secretário de Justiça e Direitos Humanos, coronel Airton Siqueira, do ex-secretário da Casa Civil, Paulo Taques, a esposa de Lesco, Helen Chrysti, sargento João Ricardo Soler, major Michel Ferronato, e também condução coercitiva do empresário José Marilson da Silva.

 

Veja o vídeo da chegada:

Credito: Alan Cosme/HiperNoticias
Credito: Alan Cosme/HiperNoticias
Credito: Alan Cosme/HiperNoticias
Credito: Alan Cosme/HiperNoticias
Credito: Alan Cosme/HiperNoticias
Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto