Sexta-Feira, 14 de Setembro de 2018, 10h:59

Tamanho do texto A - A+

Ministro Carlos Marun anuncia prioridade na distribuição de recursos para Pronto Socorro

Por: KHAYO RIBEIRO

Por meio de nota, divulgada nesta sexta-ferira (14), o ministro-chefe, Carlos Marun, afirmou que priorizará distribuição de recursos para o novo Pronto Socorro de Cuiabá. A determinação partiu do presidente Michel Temer, a fim de que obras de grande alcance sejam concluídas até o término de seu governo.

 

CARLOS MARUN

 

Segundo a assessoria do ministro, o prazo para a entrega do novo Pronto Socorro da Capital está sendo estudado para que a obra seja finalizada ainda este ano. O projeto era previsto para ser entregue em abril deste ano, porém foi adiado para abril de 2019.

 

A nova unidade de pronto atendimento está cerca de 80% concluída, mas ainda deve ser feita a instalação dos equipamentos médicos.

 

A construção do novo Pronto Socorro é uma tentativa de desafogar o atendimento de casos de urgência e emergência nas unidades cuiabanas. O projeto que visa ampliar os recursos materiais na área da saúde foi anunciado em 2014.

 

Confira nota na íntegra:

 

Por determinação do presidente Temer, estamos realizando um esforço extra para permitir que algumas obras de grande alcance sejam inauguradas ou colocadas em funcionamento ainda neste governo. Serão remanejados recursos a fim de que este objetivo seja atingido. Trata-se do programa “Chave de Ouro”. Por reivindicação do ministro Blairo Maggi e dos demais parlamentares mato-grossenses que compõem a nossa base de apoio, entre as obras a serem beneficiadas foi pré-selecionado o Pronto-Socorro de Cuiabá. Os recursos necessários já estão reservados e ontem foi realizada uma visita técnica a obra a fim de que fosse avaliada a real possibilidade desta entrega a população até ao final do ano e a adequação dos valores pleiteados. Na próxima semana, o relatório será apresentado ao presidente da República que dará a palavra final sobre o assunto. Esperamos também, em Cuiabá, encerrarmos o nosso governo com “Chave de Ouro”.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei