Terça-Feira, 05 de Setembro de 2017, 10h:20

Tamanho do texto A - A+

Justino Malheiros: "Emanuel não é obrigado a dar satisfação dos seus atos"

Por: CAMILLA ZENI/FELIPE LEONEL

O presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, vereador Justino Malheiros (PV), indeferiu o pedido do vereador Gilberto Figueiredo (PSB), que solicitou a presença de Emanuel Pinheiro (PMDB) para prestar esclarecimento sobre sua conduta ética, observando que o chefe do Executivo municipal não é obrigado a “dar satisfação” dos seus atos, que aconteceram antes dele ser eleito como chefe do Executivo municipal.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

justino malheiros

 

O requerimento foi protocolado na sessão plenária de terça-feira (29), a primeira após a exposição do prefeito em rede nacional, que aparece, em vídeo, recebendo dinheiro no gabinete do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que seria oriundo de propina.

 

Gilberto Figueiredo solicitava a presença de Emanuel Pinheiro na Casa de Leis na sessão do dia 31, quinta-feira. Na data prevista, porém, o chefe do Executivo municipal não compareceu à Câmara e seu “sumiço” gerou conversas nos bastidores.

 

A decisão de Malheiros que indeferiu o requerimento, no entanto, foi assinada no último domingo (3), três dias após a data marcada para apresentação do prefeito. Segundo ele, a demora se deu em razão de ter havido um “acúmulo de tarefas” na presidência da Casa. No entanto, ele ressaltou que o Regimento Interno lhe concede prazo de cinco dias para apreciar as solicitações.

 

Na justificativa, o presidente observou que o requerimento deveria ter sido feito por escrito, da mesma forma que Emanuel Pinheiro deveria respondê-lo por escrito. O presidente da Câmara destacou ainda que “[...] o sistema constitucional brasileiro consagrou o princípio da independência e harmonia entre os Poderes (Art. 2 LOM), não estando o chefe do Executivo obrigado a comparecer na sede do Legislativo para dar satisfação dos seus atos, ou vice versa”.

 

Desde a veiculação do vídeo, no dia 24 de agosto, no Jornal Nacional, da Rede Globo, Emanuel Pinheiro ainda não deu esclarecimentos quanto sua conduta, mas encaminhou nota à imprensa ressaltando que provará sua inocência na Justiça. À época do fato, ele assumia cadeira de deputado estadual. Emanuel tem se limitado a reuniões no Palácio Alencastro, sede da prefeitura, e evitado aparições em eventos públicos.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 14

Leia mais sobre este assunto




5 Comentários

Sebastião Barroso Felix - 07/09/2017

Tem muito idiota nessa câmara de vereadores, quem esse bosta acha que é, para colocar o prefeito acima da população e da lei. É como foi o pai mamou a vida inteira nas tetas dos governos.

Marinaldo - 06/09/2017

Esse tal presidente da camera Cuiabá Justino Malheiros tem que mudar o nome dele tem que ser Justino robeiro é muita cara de pau dele dizer que o prefeito Emanuel dinheiro esse pra quem não saiba é sobrinome do prefeito Emanuel dinheiro é que coisa meu Deus pra esse povo que não tem vergonha na cara povo de Cuiabá vamos nos unir e levar uns barriu de óleo de Peroba pra eles passar na cara deles é muita cara de pau um presidente da câmera fala que o prefeito Emanuel dinheiro não tem que dar explicações.

teves neves - 05/09/2017

Pilantras..escórias..vérmes....nãpo precisa dar satisfaçoes mesmo...ja pagou vcs ....

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo - 05/09/2017

COMO É QUE NÃO TEM QUE DAR SATISFAÇÃO DE SEUS ATOS???? ora bolas ora bolas!!!!. AINDA MAIS, DEPOIS DESSE ESTRONDO "carregando dinheiro no paletó"" (VEXAME NACIONAL) FAÇA-NOS O FAVOR!!!!! ILUSTRE PRESIDENTE EDIL !!! Depois dessa... Agora..., que ele será obrigado a dar ao público do seu "PARADEIRO DIÁRIO". Ainda não é prefeito??/ Homem público??/ Não venhas com ""chorumelas"", o povo hoje, está mais consciente dos atos dos políticos. Está dado o R E C A D O .....

Carlos Nunes - 05/09/2017

Ih! Nem precisa dar satisfação nenhuma...porque uma imagem vale mais do que mil palavras. Caiu na pegadinha do Silval; o negócio já tá na Internet, daqui a 200 anos, se não acabarem com a Internet é claro, vai aparecer a mesma cena: enchendo os bolsos com pacotes de dinheiro. Isso é cueca no batom inteiro, pior do que batom na cueca. As pegadinhas do Silval foram muito mais engraçadas do que OS GRAMPOS, sem graça. A lista das pessoas grampeadas jamais será divulgada...tem gente que foi grampeada e jamais vai saber. Essa lista devia ser divulgada na íntegra, pra Rede Globo passar no Fantástico.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA