Terça-Feira, 22 de Setembro de 2015, 20h:00

Tamanho do texto A - A+

Irmãos Pivetta são considerados os melhores prefeitos de Mato Grosso, aponta pesquisa KGM

Por: RAYANE ALVES

Na 7ª edição do índice de aprovação popular dos prefeitos, a KGM Pesquisas revela que Adriano Pivetta (PDT), de Nova Mutum (240 km de Cuiabá), foi considerado o melhor prefeito de Mato Grosso, alcançando o Índice KGM (IKGM) de 80,95. 

 

Leia mais:

Pesquisa KGM revela os 10 piores prefeitos de Mato Grosso; confira o ranking

 

Adriano Pivetta apresenta uma trajetória de melhora constante. Em 2014, o gestor ficou em quinto lugar, com 57,80. Já em 2013, Pivetta nem sequer aparecia entre os 10 melhores. Estava em 14° lugar na lista.

 

Curiosamente, o segundo colocado foi Otaviano Pivetta (PDT), gestor de Lucas do Rio Verde, que é irmão de Adriano. O IKGM de Otaviano foi pouca coisa menor do que o de seu irmão: 77,65.

Ranking IKGM

 

Em seguida no ranking dos dez melhores aparecem Francis Maris Cruz (PMDB), gestor de Cáceres, com 70,50; Mauro Rosa da Silva (PPS) de Água Boa, com 64,80; Jerônimo Samita Maia Neto (PR) de Alto Araguaia, com 62,80; Carlos Roberto Bianchi (PSB) de São José dos Quatro Marcos, alcançando 61,55; Roberto Farias (PSD) de Barra do Garças, com 56,90; Mauro Mendes (PSB) de Cuiabá, com 56,05; Fábio Schroeter (PTB) de Campo Verde, com 54,00; e, em décimo lugar, aparece Fábio Junqueira (PPS), de Tangará da Serra, com 53,20.

 

O HiperNotícias também divulgou o nome dos 10 piores prefeitos de Mato Grosso segundo a avaliação popular, que é liderado pelo prefeito de Araputanga Sidney Salomé (PMDB). Confira aqui a nota atribuída a Salomé e aos demais integrantes do 'Top 10 Negativo'.

 

SOBE E DESCE

A grande surpresa desta edição do IKGM foi a reviravolta total que ocorreu em Cáceres com o prefeito Francis Maris. Em 2013 e 2014, o gestor ficou entre os piores prefeitos do estado, na 44ª posição. Agora, aparece em terceiro lugar. Seu índice foi de -2,35 em 2014 para 70,50 em 2015.

 

Quem também deu a volta por cima e apareceu pela primeira vez entre os melhores do Mato Grosso foram os prefeitos Mauro Mendes de Cuiabá, Fábio Schroeter de Campo Verde e Fábio Junqueira de Tangará da Serra. Em 2013 e 2014 eles estiveram fora do 'Top 10'. Aliás, Junqueira esteve entre os piores no ano passado, na 44ª colocação.

 

O prefeito de São José dos Quatro Marcos, Carlos Roberto Bianchi, também deu a volta por cima e voltou para o Top 10. Carlos foi considerado 10º melhor do estado em 2013, mas caiu 12 posições em 2014, quando seu IKGM foi apenas de 30,15. Agora ele volta a integrar a lista dos melhores, na 6ª posição.

IKGM comparativo

 

Também merece destaque a mudança acontecida em Várzea Grande após a cassação de Walace Guimarães (PMDB). Apesar de não figurar entre os 10 primeiros, Lucimar Campos parece ter causado um choque de gestão que impressionou os varzea-grandenses. Walace antes era 50º colocado, ou seja, o pior entre os avaliados. Em menos de 6 meses de gestão, Lucimar já aparece em 14º lugar. Uma mudança e tanto.

 

METODOLOGIA 

No estudo foram aplicados as mesmas perguntas aos eleitores das 50 maiores cidades com base no número de eleitores. O índice é obtido por meio do cruzamento de duas variáveis aplicadas a todos os 50 municípios pesquisados. Cada pesquisa tem uma amostragem diferente, porém, assegurando a mesma margem de erro a todos os municípios pesquisados. Isso é fundamental para permitir a comparação entre as diferentes cidades.

 

A primeira variável é a Nota (N) representada por uma escala de avaliação onde o pesquisado atribui uma nota entre zero e 10 para o prefeito de seu município. A variável N é a média ponderada de todas as notas atribuídas, descartando-se os indecisos e as não respostas.

 

Já a segunda variável é o Conceito (C), representada por uma escala na qual o pesquisado atribui um conceito de péssimo, ruim, bom o último para o prefeito de seu município. O conceito é obtido subtraindo-se a soma dos percentuais de péssimo e ruim (negatividade) da soma dos percentuais bom e ótimo (positividade).

 

Este é um serviço inovador no mercado de pesquisas política e permite o acompanhamento da evolução das gestões ano a ano.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto