Terça-Feira, 14 de Novembro de 2017, 17h:50

Tamanho do texto A - A+

Governo quita salários de servidores que recebem entre R$5 mil e R$ 10 mil

Por: BLOG DO MAURO

A partir das 20 horas desta terça-feira, o Governo do Estado afirma que estará disponível nas contas bancárias os salários dos servidores que recebem acima de R$ 5 mil e até R$ 10 mil líquidos. Com a quitação destes vencimentos, o Executivo atinge 96,7% de cobertura da folha salarial de outubro. Na última sexta-feira (10), receberam os servidores com salários até R$ 5 mil, aposentados e pensionistas. Até o momento, 100.265 servidores receberam seus vencimentos, o que significa R$ 402 milhões, girando na economia de todo o Estado.  

 

Alan Cosme/Hipernoticias

palacio paiaguas

 

A princípio, os 12% que ainda faltavam receber, o Executivo declarou que teria condições de fazer o pagamento apenas no dia 22. Contudo, com o pagamento a ser realizado nesta terça-feira, cai para 3,2% os servidores que ainda terão que aguardar o final do mês. Ficou para dia 22 aqueles funcionários com salários acima de R$ 10 mil líquidos.

 

Como vem ocorrendo desde a semana passada, a equipe econômica vem se reunindo com o Fórum Sindical para anunciar oficialmente às lideranças as datas de pagamento. O encontro ocorreu também nesta terça-feira (14), com o secretário de Gestão, Júlio Modesto, e a próxima reunião ficou marcada para sexta-feira (17), para informar a data final da liquidação da folha.

 

O Governo reafirma que o pagamento por faixa salarial foi provocada pela frustração de receita do Estado acumulada no ano de 2017, até o mês de outubro, em função da crise econômica que afeta o país. De janeiro a setembro a receita ficou 9% abaixo do previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA).

 

Na Justiça

 

Em função do atraso salarial, o Sindicato dos Delegados de Polícia ingressou com uma ação judicial contra o Governo. Segundo o presidente do Sindicato, Wagner Bassi, a categoria pede o pagamento dos salários com juros e correção. “O atraso atinge a todas as categorias. É uma atitude desrespeitosa com o servidor que tem seus compromissos e precisa pagar os credores. Por isso entramos com essa medida”, disse Bassi em entrevista à Rádio Capital FM 101,9

 

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos da Saúde de Mato Grosso, Oscarlino Alves, afirma que vem recebendo pressão de médicos, enfermeiros, nutricionistas, uma vez que aqueles com nível superior estavam todos sem receber. “Nos últimos anos estávamos recebendo no último dia útil de casa mês. Em dezembro de 2016 o Governo passou a pagar no dia 10 de janeiro. Arrebentou a nossa vida financeira. Pode pagar até o dia 10, mas não podia fazer como fez. Entramos na justiça também, porque o Governo fez a mudança abruptamente”, explicou à Rádio Capital.

 

Alves garante que muitas categorias estão insatisfeitas com o escalonamento salarial e não descartam inclusive iniciar greve. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei



1 Comentários

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo - 14/11/2017

Já estamos enojados, de ver todo final de mês, a mesma NOTICIA"", a respeito dessas quitações da"FOLHA". ORA BOLAS, já tinha prometido, que não teceria mais nenhum comentário. Leio este ""Periódico" , todos os DIAS. Agora , não dá mais para aguentar. o mesmo assunto, a mesma ladainha, a mesma fala.... e por "INCRÍVEL QUE PAREÇA" a mesma "DESCULPA", ou, seja, vão continuar colocando a "CULPA", nessa tal de "CRISE". BOLAS NOVAMENTE!!! Essa crise não vai terminar?????POXA!!!! ATÉ QUANDO?????

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA