Quarta-Feira, 06 de Setembro de 2017, 14h:58

Tamanho do texto A - A+

Governador Pedro Taques diz que Silval Barbosa o citou em delação por vingança

Por: DA REDAÇÃO

O governador Pedro Taques (PSDB) voltou a subir o tom contra o ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que se encontra em prisão domiciliar desde o dia 13 de junho deste ano. Em entrevista ao site da Revista IstoÉ, Taques disse que Silval está usando a sua colaboração como instrumento de vingança. 

 

GcomMT/Maria Anffe

pedro taques

 

“A delação ou colaboração é o melhor instrumento para acabar com a corrupção. No entanto, a delação não pode ser instrumento de vingança. Nunca recebi dinheiro de caixa dois da JBS ou de quem quer que seja. O ex-governador de Mato Grosso, que é meu adversário, meu inimigo, diz que ouviu dizer que eu teria recebido caixa dois da JBS”, disse durante a entrevista.

 

Taques também lembra que o seu primeiro ato como governador, foi determinar auditoria em todos os contratos e convênios da gestão de Silval.

 

"Desde o Senado, durante quatro anos, eu combati essa organização criminosa que se adonou do estado de Mato Grosso. Como governador eu determinei auditoria em todos os contratos incentivos fiscais e esta é a razão por parte desta camarilha eu não ser bem visto”, afirma.

 

"Esse cidadão roubou do Estado quase R$ 1 bilhão, até o tapete do Palácio foi levado, desapareceu. Agora fez um acordo, vai devolver R$ 70 milhões, uma fazenda no meio do mato, um avião velho, vai ficar na sua cobertura e joga para cima de todos. O cidadão de Mato Grosso me conhece e conhece o cidadão que faz a delação", complementou o tucano.

 

Veja a entrevista na íntegra:

">

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto