Quinta-Feira, 01 de Março de 2018, 14h:13

Tamanho do texto A - A+

Governador diz que apoia candidatura de Carlos Fávaro ao Senado

Por: FELIPE LEONEL

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou apoiar a possibilidade de o vice-governador e presidente do diretório regional do PSD, Carlos Fávaro, ser candidato ao Senado Federal nesta eleição. A declaração foi dada nessa quarta-feira (28), durante entrevista coletiva, no Palácio Paiaguás, sobre a concessão de 300 km de rodovias ao Consórcio Via Brasil. 

 

Gcom

Pedro Taques e Carlos Fávaro

 

A possibilidade de o vice-governador ser candidato foi levantada após o anúncio da desistência do ministro da Agricultura e senador licenciado, Blairo Maggi (PP), de concorrer ao posto. Maggi ainda disse que não vai apoiar nenhum candidato neste pleito. Carlos Fávaro fez uma publicação em uma rede social, na qual disse estar "preparado para ser pré-candidato" ao Senado. 

 

“Com o anúncio desta segunda-feira, o PSD definiu que pode ocupar esse espaço e eu me sinto preparado para ser pré-candidato ao Senado”, afirmou o vice-governador.

 

De acordo com o governador Pedro Taques, Fávaro tinha levantado a possibilidade desde o ano passado. "Eu apoio esta possibilidade de ele ser candidato ao Senado, sim. Quem seria eu para tirar o sonho de outra pessoa?". Diante do quadro, o nome do deputado federal Adilton Sachetti (sem partido) surgiu como possiblidade de ser candidato a vice-governador.

 

O governador, entretanto, desconversou quando foi questionado sobre quem ocuparia o cargo e afirmou que só falaria sobre o assunto após comer a canjica. Pedro Taques também lamentou a desistência de Blairo Maggi de disputar a reeleição, mas disse reconhecer a dificuldade de participar da política. O governador ainda tentou demover Maggi da ideia de desistir.

 

"Eu disse a ele que deveria permanecer na política. Ele é importante para Mato Grosso, para trazer recursos de Brasília para cá. Mas é uma decisão pessoal, levou em conta a família dele. Eu, como governador e cidadão, tenho de aceitar". 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto