Quarta-Feira, 03 de Janeiro de 2018, 14h:15

Tamanho do texto A - A+

Galli declara apoio a Bolsonaro: "Brasil precisa de presidente de punho forte"

Por: FELIPE LEONEL

Mesmo sem a possibilidade de o deputado federal Jair Bolsonaro concorrer à Presidência da República pelo PSC, o presidente regional da sigla em Mato Grosso, deputado federal Victório Galli garantiu dar seu voto ao polêmico pré-candidato. Bolsonaro deve se desvincular do PSC e se filiar ao Patriotas, partido pelo qual pretende disputar ao cargo. 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

victorio galli/jair bolsonaro

 

"Eu já declarei meu voto, eu vou apoiar Bolsonaro. O Brasil precisa de um choque, mudar tudo que está aí, para mim está tudo errado o que está acontecendo. O Brasil precisa de um presidente com punho forte, para segurar as coisas", disse o deputado federal, em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta quarta-feira (3). 

 

Bolsonaro não pretende concorrer pelo PSC, pois a sigla fez coligações com o PT e PC do B em alguns municípios brasileiros para as disputas municipais. De acordo com Galli, Bolsonaro não aceita caminhar junto com as siglas de esquerda. Somado a isso, a relação de Bolsonaro com a presidência da sigla estaria abalada.

 

 

De acordo com Galli, com Bolsonaro saindo para outro partido, a agremiação trabalha com a possibilidade de lançar o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, que se filiou ao PSC no começo do mês de novembro do ano passado.

 

“Eu espero que até março o PSC possa ter uma decisão, mas eu já declarei meu voto, eu vou apoiar Bolsonaro”, disse. 

 

Questionado se a eleição de Bolsonaro poderia trazer de volta a atualidade o Regime Militar, o deputado federal afirmou que não existiu ditadura e que na época não existia "corrupção e ladroagem". "Quem viveu na ditadura tem saudade do sistema de governo que era. Não tinha corrupção, não tinha essa ladroagem, não tinha essa veadagem que tinha por aí", finalizou.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto




4 Comentários

Armindo de Figueiredo Filho Figueiredo - 03/01/2018

PUNHO FORTE???PRA QUE??? PARA QUEM??? Só se for para a Dep.. Maria do Rosário (PT-RS), com quem teve inúmeros "Pegas e Desavenças" na câmara. O Sr. Bolsonaro, já foi condenado pelo STJ três vezes a INDENIZAR a Deputada em 2014...Vale lembrar.., que o "NOBRE PARLAMENTAR" Bolsonaro, subiu à tribuna da Câmara e afirmou que não estupraria Maria do Rosário "porque ela não merece", e chamou a deputada de "mentirosa, deslavada e covarde". Isso!!!.Foi propalado no país todo . E agora vem com essa .. de ""PUNHOS FORTES"""....CONTA OUTRA!!!.... FIM DE PAPO

Edmilson Rosa - 03/01/2018

Avisa o Bolsonaro que esse cara não tem voto aqui no Mato Grosso ele vota a favor de quem está com dinheiro .foi favor do Michel temer por 2 vezes ainda e a favor da reforma da previdência social.

Carlos Nunes - 03/01/2018

Ih, dependendo das propostas do Bolsonro, pode ser até que eu vote nele. Por que? Bem, outro dia o Jornal da RdTv deu um susto na Nação...antigamente tinha só uma ficção criminosa no Brasil, hoje tem 87 facções, e o negócio vai piorar. Com o Bolsonaro vai ser OU VAI OU RACHA, vai acabar com a inversão de valores no país, onde faz tempo trocaram alhos por bugalhos. Pra votar no Bolsonaro, só quero saber uma coisa: "ele é honesto", que vasculhem a vida dele pra saber sobre seu patrimônio, seus bens, se tem dinheiro em alguma conta, etc. Honestidade é um bom começo. Quem sabe 4 anos de Bolsonaro melhore o Brasil. Mas a gente tem que aproveitar e RENOVAR o Congresso Nacional.

João Capivari - 03/01/2018

No passado não tivemos nenhuma ditadura militar, mas sim um governo militar. Tivemos Câmaras de Vereadores, Assembleias Legislativas, Câmara dos Deputados e o Senado da República normalmente. A palavra Ditadura foi inventada por comunistas e demais opositores ao governo da época!

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA