Terça-Feira, 04 de Dezembro de 2018, 18h:11

Tamanho do texto A - A+

Fraudes em contratos com Município e Estado foram denunciadas por vereadores

Por: LUIS VINICIUS

As fraudes investigadas na Operação Sangria, deflagrada pela Delegacia Especializada de Crimes Fazendários e Contra a Administração Pública (Defaz), na manhã desta terça-feira (4), foram denunciadas por três vereadores de Cuiabá, durante a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde. A informação foi confirmada pelo vereador Abílio Júnior (PSC), ao HiperNotícias.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

abilio junior

 O vereador Abílio Júnior (PSC) foi um dos denunciantes

Além do parlamentar, denunciaram as irregularidades os vereadores Felipe Wellaton (PV) e Diego Guimarães (PP). Os dois são apoiadores da CPI da Saúde, criada no mês de julho para investigar fraudes na Secretaria Municipal da Pasta. Fazem parte da comissão os vereadores Ricardo Saad (PSDB) e Dr. Xavier (PTC).

 

À reportagem, Abílio confirmou que a queixa foi protocolada no fim do mês de setembro em no Ministério Público Estadual (MPE), Defaz e no Tribunal de Contas do Estado (TCE). 

 

“Eu fiz apenas o meu trabalho, o qual eu sou pago para fazer. Quero relatar que a Polícia Civil e o Ministério Público estão fazendo a sua parte. Cada um está contribuindo com o seu dever”, disse o vereador Abílio Júnior

 

Pouco mais de dois meses da denúncia, 70 policiais, sendo delegados, investigadores e escrivães participaram da operação para cumprir mandados de busca e apreensão na Capital. Os mandados foram expedidos pela 7ª Vara Criminal de Cuiabá, na investigação que visa arrecadar provas documentais para confirmar denúncia referente a um grupo de médicos, com participação societária oculta em três empresas de serviços médicos, na capital e interior do Estado.

 

A investigação apura irregularidades em licitações e contratos firmados com as empresas Proclin (Sociedade Mato-Grossense de Assistência Médica em Medicina Interna), Qualycare (Serviços de Saúde e Atendimento Domiciliar LTDA) e a Prox Participações.

 

A operação é coordenada pelos delegados Lindomar Aparecido Tofoli, Sylvio do Vale Ferreira Junior e Maria Alice Barros Martins Amorim.

 

 

Leia mais

 

 

Polícia cumpre busca e apreensão em empresa ligada ao secretário de Saúde

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei