Terça-Feira, 10 de Janeiro de 2017, 18h:08

Tamanho do texto A - A+

Ex-secretários da gestão Mendes vão assumir cargos de 2º escalão

Por: PABLO RODRIGO

O secretário-chefe da Casa Civil, Paulo Taques, confirmou o desmembramento da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos. Com isso, a nova estrutura do governo contará com a Secretaria de Estado de Sistema Penitenciário, que será comandada pelo atual chefe da Casa Militar, coronel  Airton Siqueira. Já a Casa Militar passará a ser comandada pelo seu adjunto, coronel Evandro Alexandre Ferraz Lesco.

 

Porém, os desmembramentos e extinções de secretarias só ocorrerão com a Reforma Administrativa, ainda em fase de conclusão pelo palácio Paiaguás. 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

paulo taques

 

Diante dessa mudança, a área de Direitos Humanos será integrada à Secretaria de Trabalho e Assistência Social (Setas), que está sob o comando do deputado licenciado Max Russi (PSB), desde os primeiros dias deste ano.

 

O defensor público Márcio Dorileo que respondia pela Sejudh voltar às funções na Defensoria, desta vez, como sub-defensor público e atuará na Defensoria Pública do Estado.

 

Os ex-secretários do governo Mauro Mendes (PSB) também já foram aproveitados pelo governo Pedro Taques (PSDB).

 

Além do jornalista Kleber Lima que assumiu a Gcom - Gabinete de Comunicação - e Suelme Evangelista na Secretaria de Agricultura Familiar (Seaf), os ex-secretários municipais Guilherme Muller e Rogério Gallo assumiram a Secretaria de Planejamento (Seplan) e a Procuradori-Geral do Estado (PGE), respectivamente.

 

Outros nomes também deverão ser nomeador por Taques como o ex-secretário de Mobilidade Urbana do Município, Thiago França, que deverá ir para a Secid (Secretaria de Cidades), Alan Porto (ex-secretário municipal de Meio Ambiente), João Batista (ex-secretário de Governo e Comunicação), Beto Corrêa (ex-secretário de Governo) e Alberto Machado (ex-secretário de Cultura), também deverão ocupar o cargo de segundo escalão no governo do Estado.

 

"Todas essas conversas já estão bastante avançadas", finalizou. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei