Sexta-Feira, 10 de Novembro de 2017, 17h:19

Tamanho do texto A - A+

Emanuel suspende cirurgias eletivas do PS e “devolve” pacientes para o interior

Por: FELIPE LEONEL

O prefeito Emanuel Pinheiro (PMDB) suspendeu as cirurgias eletivas e anunciou o encaminhamento de pacientes do interior, que estão nos corredores do Pronto Socorro de Cuiabá, para suas respectivas cidades. A ação faz parte da medida da Prefeitura de Cuiabá para desafogar a Saúde Municipal. Emanuel ainda criou um Comitê de Crise da Saúde Pública Municipal.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

emanuel pinheiro

Coletiva foi realizada na tarde desta sexta-feira (10)

O decreto é desta sexta-feira (10), assinado durante entrevista coletiva, no auditório do Palácio Alencastro. “Nós determinamos esse levantamento para ser feito em 24 horas. Aquelas cirurgias eletivas, não é urgência e emergência, são pacientes sem nenhum risco. Por exemplo, com o punho fraturado e está lá no corredor ou ocupando leitos, ele pode esperar no seu município de origem”, afirmou Emanuel Pinheiro.

 

Ainda de acordo com o gestor, o custo da viagem de volta dos pacientes deverá ser bancado pelo município de origem do paciente. Nos corredores do Pronto Socorro estão mais de 140 pacientes, sendo que os do interior serão “devolvidos” e os casos de urgência e emergência serão alocados em unidades de saúde pública e particulares com convênio junto ao Sistema Único de Saúde (SUS).

 

O Comitê criado será presidido pelo prefeito e terá como atribuição gerir as ações da saúde pública até o Governo do Estado regularizar os repasses para o setor. A dívida de MT com o município de Cuiabá é de R$ 52,7 milhões. O prefeito ainda determinou que todos os pacientes vindos do interior para Cuiabá passem pela Central de Regulação do Município para autorização prévia.

 

 

Emanuel determinou também a ocupação de todos os leitos do Hospital São Benedito com pacientes advindos do Pronto Socorro. Além disso, concedeu repasse financeiro adicional de R$ 10 milhões para a Secretaria Municipal de Saúde. “Eu quero garantir o mínimo de estabilidade na Saúde Publica, extremamente combalida no Estado de Mato Grosso. Vamos garantir a regularidade nos medicamentos e insumos”, finalizou Pinheiro. 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto




3 Comentários

benedito costa - 11/11/2017

Senhor Prefeito, lembro-me muito na sua campanha que sua administração seria humanizada, a saúde o senhor iria priorizar na sua gestão. Agora o senhor quer devolver pacientes de onde veio?

joao - 10/11/2017

E quando este prefeito candidatar a outro cargo e for para interior pedir votos, chuva de ovos nele.

joaoderondonopolis - 10/11/2017

Os pacientes de outras cidades que se encontram internados no PS de Cuiabá, não devem voltar para as cidades de origem, qualquer coisa chama a polícia. O cidadão tem o direito de ir, vir e ficar, principalmente tratando de saúde. Chama a Defensoria Pública, Ministério Público a Televisão, ou de tudo se não tiver jeito, peça para leva-los para o Palácio do governador.

INíCIO
ANTERIOR
PRÓXIMA
ÚLTIMA