Terça-Feira, 07 de Novembro de 2017, 17h:48

Tamanho do texto A - A+

Emanuel Pinheiro concorda com destinação de R$ 126 milhões para custeio da Saúde

Por: FELIPE LEONEL

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), teria entrado em acordo com o governador em exercício, Carlos Fávaro (PSD), sobre a destinação de R$ 126 milhões em emenda da bancada federal. O valor estava dividido, inicialmente, em R$ 80 milhões para equipar o novo Pronto-Socorro e Hospital de Cuiabá e o restante para o custeio da saúde estadual.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

emanuel pinheiro/reunião ferronorte em cuiaba

 Prefeito Emanuel Pinheiro

De acordo com o coordenador de bancada, Victorio Galli (PSC), o dinheiro será encaminhado totalmente para custeio da saúde estadual e o Governo do Estado deverá firmar um convênio com a Prefeitura de Cuiabá para equipar o novo P.S posteriormente. "Vai tudo para o Estado, que assumiu um compromisso de fazer um convênio. Esse foi o acordo”, afirmou Galli.

 

Ainda segundo o coordenador, a verba tem que ser empenhada ainda neste ano para o Estado de Mato Grosso não perder o recurso e amenizar a crise da saúde estadual. Ele espera a liberação do dinheiro até o final do mês de novembro e o repasse do montante deve acontecer no mês de dezembro. "Todas as emendas devem ser empenhadas dentro do ano.  Já tem dinheiro no Ministério da Saúde e eles vão empenhar". 

 

 

Um dos possíveis motivos de o prefeito ter aberto mão da verba seria a falta de projetos para implementação de equipamentos no novo Pronto Socorro, além da falta de licitação. A ausência destas medidas iria impossibilitar o empenho da emenda e a consequente perda do recurso. Devido a possibilidade de perder o dinheiro, o prefeito foi convencido a concordar com o pleito do Governo do Estado.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto