Sexta-Feira, 13 de Julho de 2018, 10h:28

Tamanho do texto A - A+

"Disputar com Taques não seria impossível", diz Sachetti

Por: ANA FLÁVIA CORRÊA

O deputado federal e pré-candidato ao Senado Adilton Sachetti (PRB) declarou, em entrevista à Rádio Capital FM 109.1 nesta sexta (13), que não descarta sair em chapa do governador Pedro Taques (PSDB). 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

adilton sachetti

 O deputado federal e pré-candidato ao Senado Adilton Sachetti (PRB)

“Disputar com Taques não seria impossível. Nunca fechei a porta para ninguém. Se esgotar todas as possibilidades eu vou para outra”, afirmou. 

 

A declaração foi dada após o pré-candidato ao Governo do Estado e ex-prefeito, Mauro Mendes (DEM), afirmar tendência a escolher Carlos Fávaro (PSD) para ocupar a segunda vaga à pré-candidatura ao Senado pelo partido. A primeira será ocupada pelo ex-governador Jayme Campos (DEM).

 

“Me surpreende as notícias que me chegaram. Tá faltando esclarecimento, diálogo, política. A arte da política é conversar e, hoje, eu quero conversar para saber qual a posição e entender o que está acontecendo”, disse Sachetti. 

 

Para ele, sua aliança com Mendes estava “equacionada”, mas não acredita em traição do partido.

 

“Todo mundo vai ter seus motivos para justificar o que está fazendo. Traição é um termo muito forte e eu quero crer que não tem nada disso”, explicou. 

 

“Eu fiz um plano na minha vida e me organizei para tal. Eu vou trabalhar até o último momento para se concretizar. Se, por razões políticas, eu não conseguir, eu não morro. Se não for candidato, a vida vai continuar e eu tenho uma família. Vou cuidar dos meus netos e é isso que eu estou pensando nesse momento”, finalizou. 

 

Leia mais 

Sachetti espera não ter que recuar da disputa ao Senado 

Mauro Mendes afirma que ainda não definiu seu vice e tende a lançar PSD ao Senado

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei