Sexta-Feira, 10 de Agosto de 2018, 10h:52

Tamanho do texto A - A+

"Deixa ele fazer política ao lado de quem ele tem mais afinidade", declara Garcia

Por: DANNA BELLE

O presidente do DEM em Mato Grosso e deputado federal Fábio Garcia, demonstrou pressa na liberação do prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro pelo partido MDB, permitindo o apoio ao candidato ao Governo do Estado, Wellington Fagundes (PR). 

 

Alan Cosme/HiperNoticias

fabio garcia

 Fábio Garcia falou sobre a liberação de Janaina Riva e Emanuel Pinheiro para apoiarem Fagundes ao Governo

“Ele que pediu, se ele quer, libera logo, deixa ele fazer política ao lado de quem ele tem mais afinidade para fazer política, onde ele se sente mais confortável, onde o jeito de fazer política é mais parecido. Pronto, não precisamos ficar dando meia volta nessa questão do Emanuel Pinheiro”, declarou em entrevista à Rádio Capital 101,9 FM, na manhã desta sexta-feira (10). 

 

Apesar do MDB estar na chapa do DEM, que tem como candidato o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (DEM), a deputada estadual Janaina Riva (MDB) recebeu permissão para apoiar outra aliança, a do senador Fagundes, decisão aparentemente bem aceita pelos democratas ao notar a diferença no tom de voz de Garcia ao comentar sobre a liberdade de Riva e de Pinheiro. 

 

“Na política a gente não força ninguém a fazer aquilo que não queira fazer, a gente fez um acordo com o presidente do MDB, de apoiamento a esse novo projeto para o Estado de Mato Grosso. A gente entende a situação da Janaina Riva que é nora do Wellington Fagundes. Ela tomou a decisão de apoiar o sogro, a gente entende é uma decisão pessoal e nós respeitamos”, explicou. 

 

Pinheiro declarou apoio à candidatura de Fagundes, porém ainda não oficializou o pedido à sua sigla. Declarou que se o presidente do MDB, Carlos Bezerra autorizou a Riva, não há razão para negar o seu pedido. 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei