Domingo, 08 de Outubro de 2017, 14h:08

Tamanho do texto A - A+

Advogado de Helen Lesco pede transferência de cliente para o SOE ou unidade militar

Por: REDAÇÃO

Presa desde o dia 27 de setembro no Presídio Feminino Ana Maria do Couto May, no bairro Pascoal Ramos, em Cuiabá, a personal treiner, Helen Christy Lesco, pede transferência para uma cela do Serviço de Operações Especiais (SOE) ou alguma instituição militar. 

 

helen christy

Personal treiner Helen Lesco foi presa na Operação Esdras

A transferência foi o primeiro pedido da defesa de Helen para a Justiça de Mato Grosso. Por enquanto, nenhum habeas corpus ou pedido de relaxamento de prisão foi impetrado. 

 

A decisão pela transferência ou não da personal será tomada pelo magistrado Geraldo Fidelis, responsável pela Vara de Execuções Penais de Cuiabá. O pedido foi feito no dia 29, após a entrada de Helen ao sitema carcerário, por suposta participação no escândalo dos grampos, em Mato Grosso. 

 

Atualmente, Helen está presa em uma cela destinada a mulheres com nível superior dentro da única unidade prisional feminina do Estado. Fontes do HiperNotícias confirmaram que ela se recusa a comer a marmita da prisão e não tirou o aplique do cabelo. Outras detentas estão dizendo que Helen teve regalias dentro da cadeia, o que está sendo inspecionada pela Secretaria de Justiça. 

 

Na última terça-feira (3), a personal trainer foi encaminhada por agentes penitenciários algemada e usando o uniforme de detenta para prestar depoimento a delegada Ana Cristina Feldner no Complexo Miranda Reis de Juizados Especiais. O desembargador Orlando Perri, que representou pela prisão da personal, encaminhou um ofício a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) pedindo explicação do motivo de ela ser encaminhada algemada e uniformizada, alegando excesso. 

 

Em resposta, a pasta informou que a saída de presas algemas é a "regra" utilizada, mas que fará uma revisão nas normas estabelecidas para este caso.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto