Segunda-Feira, 14 de Janeiro de 2019, 16h:08

Tamanho do texto A - A+

Tenente acusada pela morte de aluno volta a trabalhar no Corpo de Bombeiros

Por: JESSICA BACHEGA

Afastada da corporação há mais de dois anos, a tenente Izadora Ledur retornou às atividades do Corpo de Bombeiros, na última semana. Conforme a assessoria da instituição, a oficial ficará lotada no setor administrativo, por enquanto.

 

Reprodução/HiperNoticias

tenente isadora ledur

 

Os bombeiros não informaram mais detalhes sobre retorno da tenente, nem o andamento do Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) ao qual responde por conta da acusação de tortura contra o aluno Rodrigo Claro, morto após passar mal em treinamento de salvamento aquático. Ela era instrutora do curso.

 

Logo após a morte do rapaz, a tenente foi afastada das funções do Corpo de Bombeiros para a realização do PAD. No decorrer de dois anos, a oficial apresentou mais de dez atestados médicos, alegando problemas psicológicos. Fator que a impediu de prestar depoimentos à Justiça, quando foi solicitada.

 

A ação contra a tenente tramita na Décima Vara Criminal e Justiça Militar de Cuiabá e ainda não houve resolução.

 

Além dos pais de Rodrigo Claro, testemunhas relataram os excessos da bombeiro nos cursos e houve denúncia anterior de um alugo que foi vítima de agressão por parte de Ledur.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei