Terça-Feira, 15 de Maio de 2018, 16h:49

Tamanho do texto A - A+

Soldado da PM que desertou tem afastamento revertido

Por: DA REDAÇÃO

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcos Vieira da Cunha, determinou a reversão do afastamento do soldado Clodoaldo Gonçalves de Mello, que havia desertado da corporação por quase dois anos. O militar chegou a ser detido, mas foi solto durante audiência de custódia realizada no Fórum de Cuiabá.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

comando geral

 

Conforme o corregedor geral adjunto da Polícia Militar, Alessandro Gonçalves, Clodoaldo ficou de outubro de 2016 a 2018 sem se apresentar no seu posto de trabalho – 3º Batalhão e por isso, foi caracterizado o crime de deserção. No dia 27 de abril ele foi recapturado e levado até a 11ª Vara Militar de Cuiabá.

 

Na comarca, foi aberto o inquérito de deserção novamente para que o processo possa dar andamento. Ele ficou durante todo esse tempo sem receber salário e agora responde processo demissório. No entanto, ele voltará aos trabalhos administrativos para que novamente possa receber mensalmente.

 

Além disso, dentro da corporação, Clodoaldo é investigado por um Conselho de Disciplina. Diante disso, ele responde a um processo internamente e um procedimento na 11º Vara Militar no Fórum de Cuiabá.

 

Passagens criminais

 

Além disso, pesa contra Clodoaldo os crimes de homicídios e disparo de arma. Ele passará pelo Tribunal de Júri no dia 13 de junho deste ano acusado de assassinato. 

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto