Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 12h:15

Tamanho do texto A - A+

Polícia segue com trabalho em Colniza e 3 nomes de possíveis vítimas são divulgados

Por: JESSICA BACHEGA

A polícia segue com o trabalho na cidade de Colniza a fim de identificar as vítimas da chacina registrada nesta quinta-feira (20) onde foram mortas, pelo menos, cinco pessoas. O local é distante cerca de 250 Km do perímetro da cidade e de difícil acesso. Em alguns trechos, a passagem só é possível utilizando barcos. Três nomes foram divulgados de forma extra oficial de pessoas que estariam entre os mortos.

 

Reprodução

chacina

 Gleba Tucuruçu do Norte foi cenário da chacina

Ainda não há informações precisas sobre a quantidade de mortos e feridos. A comunicação na gleba na área denominada Taquaruçu do Norte, próxima ao distrito de Guariba, em Colniza (a 1.065 km de Cuiabá), é precária, o que dificulta também a chegada de informações.

 

Por enquanto, há suspeitas de que três dos mortos são Marciano dos santos Mateus, Cristiane dos Santos Mateus e uma terceira identificada apenas como Edson. 

 

Nenhum suspeito foi localizado até o momento.

 

A informação da chacina chegou à delegacia por volta das 12h, quando uma pessoa anônima ligou para informar que um grupo chegou na zona rural e disparou vários tiros. "Parecia filme de guerra. Tiros em quem aparecia", disse uma fonte.

 

Atualizada em 24 de abril, às 9h57.

Após a realização da perícia e identificação de todos os corpos, a Secretaria de Estado de Segurança Pùblica (Sesp) confirmou que Marciano dos santos Mateus e Cristiane dos Santos Mateus são estavam entre as vítimas da chacina em Colniza, como havia sido levantado anteriormente.

 

Veja vídeo:

">

Leia também:

Pistoleiros matam crianças, mulheres e agricultores em gleba; 10 vítimas no total

Segurança manda policiais de Cuiabá para investigar pistoleiros que mataram 10 em gleba

 

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei