Sexta-Feira, 21 de Abril de 2017, 08h:15

Tamanho do texto A - A+

Campanha visa localizar acusado de fazer sexo com animal de estimação

Por: JESSICA BACHEGA

Após informaçao sobre a fuga do universitário Hemerson Fernandes Pedroso foragido desde a noite de quarta-feira (19), uma campanha incentivando a denúncia começou a circular nas redes sociais. O rapaz desapareceu após saber que era procurado pela Polícia depois que um vídeo seu mantendo relações sexuais com sua cadela de estimação viralizar nas redes sociais. Ele deve responder pelos crimes de maus tratos e organização criminosa.

 

Divulgação

HEMERSON FORAGIDO

 

Cartazes com informações e a foto do foragido estão circulando pelas redes sociais e pede que quem tiver algum dado que possa levar até a  localização de Hemerson que informe  à polícia pelos telefones 1197 ou 181, a ligação é gratuita.

 

As filmagens vazadas foram gravadas pelo próprio suspeito que aparece no ato libidinoso com o animal. Na maneira que o rapaz se dirige à câmara é possível perceber que aquela não era a primeira vez que ele estuprada a cadela e que se direcionada a um público de espectadores naquele tido de material.

 

Conforme informações, a Polícia Civil acredita que Emerson seria membro de um grupo de zoófilos - pessoas que têm atração e envolvimento sexual com animais de outras espécies. Os integrantes desse grupo ainda estão em processo de identificação.

 

Uma testemunha localizada nas diligências da Dema confirmou indícios de envolvimento de outras pessoas na prática criminosa.  Também há postagens de redes sociais, vinculadas ao indiciado Emerson, além de outras fotografias (animais) ligadas a mais indícios de ilícitos penais, como uma conta denominada ezoo.zoo, que aparece como seguidora de Emerson. "Chama a atenção tal circunstância pela denominação da conta, suspeita de abrigar outro integrante da associação", disse o delegado Gianmarco Paccola.

 

Maus tratos

O crime de maus tratos foi vislumbrado pelas imagens do vídeo, que demonstram detalhadamente que Emerson está naturalmente se referindo aos membros do grupo e também por transparecer de que aquela não seria a primeira vez da prática sexual com a cadela. "Isso está evidente quando, ao destinar o vídeo, utiliza as expressões: ...“Para os amigos que ainda não tinha visto meu vídeo....”; ...”ai vocês vão gostando ai óh”...; ...”galera ela tá no cio”...".

 

A Polícia Civil também destacou a necessidade mandado de busca e apreensão para  coleta de provas, como eventuais computadores e/ou celulares, bem como do resgate de animais que possam estar no endereço do indiciado, para maior profundidade do resultado das investigações.  

Denúncias 

 

Denúncias do paradeiro do rapaz procurado e de outros crimes contra animais e o meio ambiente podem ser feitas no 197 ou 181 da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso. 

 

Leia também:

Polícia Civil representa pela prisão de estudante que aparece em vídeo de sexo com cadela

 

 

 

 

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto