Segunda-Feira, 17 de Abril de 2017, 14h:42

Tamanho do texto A - A+

Polícia Civil investiga pedreiro que estuprou e engravidou afilhada

Por: RAYANE ALVES

Um pedreiro de 35 anos está sendo investigado pela Polícia Civil depois de ser acusado de abusar da afilhada e ainda engravidar a adolescente que tem apenas 14 anos. O caso foi registrado no bairro Cidade Alta, em Cuiabá, e segundo as informações os abusos sexuais acontecem desde que a menina tinha oito anos de idade.

 

Reprodução

estupro de vulneravel - pedofilia

 

Ao site Repórter MT, uma fonte informou que a vítima M.E.T.L mora com a mãe e aos finais de semana iria visitar a madrinha que é irmã da mãe dela e casada com o acusado E.S.C.

 

Em depoimento, a adolescente informou que a madrinha sabia de tudo que acontecia dentro da casa. No ano passado, inclusive a menina ficou grávida, mas a mãe pensou que era filho de algum namorado que a garota tinha arrumado. Porém, o crime foi descoberto e o padrinho foi apontado como policial.

 

“A mãe da vítima só percebeu que a filha estava sendo estuprada depois da menina teve a criança e o padrinho insistia para registrar o menino. Nisso, ela perguntou por que ele queria tanto registrar um filho que nem era dele. Mas, o pedreiro se calou”, disse um policial.

 

Após a insistência, as suspeitas começaram. Mas, o fato foi confirmado após o depoimento da menor depois do nascimento do bebê.

 

Ainda conforme a polícia, nos próximos dias a menina deve passar por exames psicológicos.

 

O caso foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto