Segunda-Feira, 14 de Maio de 2018, 16h:01

Tamanho do texto A - A+

Padre fica ferido ao bater de frente com veículo após evento religioso

Por: LUIS VINICIUS

O padre Edevando Acindino ficou ferido após bater um Fiat Strada que dirigia de frente com um Fiat Uno, na noite de domingo (13), na MT-246, próximo ao município de Acorizal (60 km de Cuiabá).

 

padre.jpg

 

Testemunhas que estavam no local do acidente não informou como aconteceu o acidente e as suas causas. O acidente aconteceu no km 8 da rodovia.

 

Após a batida, uma ambulância da cidade de Acorizal foi acionada e encaminhou as vítimas até o posto de saúde do município.

 

De acordo com a Polícia Militar, o religioso reclamou de fortes dores nas costas após a batida. Já o motorista do Uno, ficou em estado grave, após sofrer diversas lesões.

 

Com a força do impacto, o veículo do padre trombou e parou com duas rodas para cima.

 

Agentes municipais foram até o local e retiraram os veículos da pista. As causas do acidente serão investigadas pela Polícia Civil.

 

Nota da Arquidiocese de Cuiabá 

Queridos irmãos e irmãs,

Salve Maria,

 

Ontem, dia 13 de maio de 2018, Solenidade da Ascensão e memória de Nossa Senhora de Fátima, padre Edevando Acindino, padre Flávio Jesus e eu, seminarista Renan Cunha, sofremos um grande susto na estrada de Acorizal para Jangada. Era por volta das 22h, e estávamos indo para a paróquia Nossa Senhora de Aparecida, em Jangada, quando, de repente, um carro com luz alto invadiu a nossa pista, atingindo a lateral esquerda do nosso carro, uma picape Strada Vermelha. Havíamos acabado de fazer o sinal da cruz quando sofremos esse acidente.

 

Graças a Deus e à proteção de Nossa Senhora de Fátima, nossa santa mãe e protetora dos sacerdotes, nada de grave aconteceu para além do choque. Apesar de o carro ter capotado, nenhum de nós se feriu. A Virgem Maria pôs seu manto sagrado sobre nós, impedindo que o pior acontecesse.

 

O motorista do carro que nos atingiu, visivelmente embriagado, como podem provar as demais testemunhas, ficou preso nas ferragens. Pelo que soubemos, ele teve algumas fraturas na perna. Mas, graças a Deus, também se encontra fora de risco.

 

Lamentavelmente, alguns jornais publicaram notícias equivocadas, dando a entender que o padre Edevando perdeu o controle do nosso carro. Isso n]ao aconteceu. Como já disse, foi o outro motorista que, visivelmente embriagado, invadiu a nossa pista e nos atingiu. Peço que divulguem essa nota para que se desfaça qualquer confusão.

 

E aproveito para ressaltar a importância da intercessão de Nossa Mãe Santíssima, que colocou seu manto sobre nós. "Nossa alma como um pássaro escapou do laço que lhe armara o caçador".

 

Obrigado pelas orações,

Deus os abençoe.

 

 

Seminarista Renan Cunha

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto