Quinta-Feira, 22 de Fevereiro de 2018, 16h:13

Tamanho do texto A - A+

Mulher suspeita de participar de tiroteio na UPA é solta em audiência de custódia

Por: LUIS VINICIUS

Alan Cosme/HiperNoticias

upa morado do ouro/tiroteio/tentativa de resgate

 Crime na UPA aconteceu no dia 13 de fevereiro, feriado de Carnaval

Detida por posse irregular de munição e arma de fogo e um carro roubado, a suspeita D.M.C., de 27 anos, foi beneficiada com um alvará de soltura na audiência de custódia, um dia após ser presa, em Cuiabá. A mulher foi presa na companhia de mais dois comparsas, na noite de segunda-feira (19), no bairro CPA II.

 

No dia da prisão, a Polícia Militar levantou a possibilidade do trio estar envolvido na tentativa de resgate a um preso na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), da Morada do Ouro no dia 13 de fevereiro. O motivo que levou o juiz a soltá-la ainda não foi informado pela assessoria do Tribunal de Justiça.

 

Por outro lado, L.H.O, de 18 anos, e o outro comparsa de 23 anos, identificado como L.B.B, continuaram presos. Eles foram encaminhados o Centro de Ressocialização de Cuiabá, antigo Presídio Carumbé.

 

Além dos três criminosos, outras cinco pessoas estão sendo investigadas pela tentativa de resgate do detento, José Edmilson Bezerra Filho, de 30 anos. Estes, segundo o delegado Marcelo Jardim, responsável pelo caso, já foram identificados. Na ação criminosa ocorrida dentro da unidade de saúde, cerca de oito pessoas tentaram resgatar o detento. Cinco pessoas ficaram feridas.

 

Ficha criminal

 

Em 2014, D.M.C e mais uma mulher foram presas por furtar a Loja Havan, localizada na Avenida Historiador Rubens de Mendonça (Av. do CPA). Na ocasião, as suspeitas furtaram seis bermudas jeans feminina, duas bermudas jeans masculina, duas camisetas masculina adultas, quatro blusas feminina, deixando um prejuízo total de R$ 793,00.

 

Prisão do trio

 

De acordo com o boletim de ocorrência, policiais do 3º e 4º Batalhão da Polícia Militar, foram acionados para atenderem uma ocorrência, na qual uma residência estaria sendo usada como depósito de arma e entorpecentes.

 

Os militares foram até a casa e quando o trio percebeu a presença da polícia, conseguiu fugir em um veículo Sandero Renault. Foram acionados equipes de apoio e foi observado que o trio entrou em uma kitnet, no CPA.

 

Os PMs entraram no endereço e encontraram os suspeitos escondidos no banheiro. Eles acabaram detidos e em posse de L.H.O, foi encontrada uma porção de maconha e com L.B.B, foi localizado a chave do Sandero.

 

Logo após serem detidos, os militares levaram os suspeitos para a casa onde foi recebida a denúncia e no local foram encontradas, uma porção grande de cocaína atrás da geladeira, duas espingardas calibres 12, em cima do forro da cozinha com 49 munições, três carregadores com seis munições de calibre 380, quatro de calibre 9 mm e 25 de calibre 9 mm.

 

Ao irem à garagem, os PMs encontraram um Ford Ka sedan branco, que após checagem, foi constatado que se tratava de um produto de roubo. Na ação, também foi constatado que a placa do Sandero havia sido clonada.

 

Aos policiais, D.M.C e L.B.B, disseram que receberiam a quantia de R$ 500 pelo transporte dos dois veículos. O trio foi encaminhado à Central de Flagrantes do bairro Planalto para serem tomadas as medidas cabíveis.

Avalie esta matéria: Gostei +1 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto