Sexta-Feira, 08 de Junho de 2018, 09h:01

Tamanho do texto A - A+

Menor de 15 anos morre com tiro na cabeça ao brincar de "roleta russa"

Por: LUIS VINICIUS

Um adolescente de 15 anos, identificado como W.A.C., morreu no Pronto-Socorro de Cuiabá (PSMC), na manhã de quarta-feira (6), após ser atingido com um tiro na cabeça, na fazenda onde morava, na cidade de Santa Antônio do Leverger (75 km de Cuiabá). Segundo informações da Polícia Militar, o rapaz foi atingido enquanto participava de um jogo conhecido como "roleta russa".

 

Alan Cosme/HiperNoticias

pronto socorro de cuiaba

 

O "jogo de sorte" consiste em deixar apenas uma bala no tambor do revólver, fazê-lo girar e apontar o cano da arma para si ou para outra pessoa. Sem saber a posição do projétil, a arma é disparada.

 

A forma do jogo pode ser tão variada quanto o número de participantes ou seus motivos (demonstrações de bravura, suicídio, etc.), mas, tipicamente, uma única bala é colocada num revólver de seis tiros, resultando numa chance de 1 em 6 (ou 17%) do revólver disparar a bala. O tambor do revólver pode ser girado novamente para reiniciar as condições de jogo ou o gatilho pode ser puxado continuamente. O uso de revólveres com menos câmaras (geralmente cinco) ou o aumento do número de rodadas pode aumentar o risco dramaticamente.

 

O fato, segundo o boletim de ocorrência, aconteceu na tarde de domingo (3). Os familiares da vítima, disseram aos policiais que no dia do fato, eles viram um homem chamado Rafael com uma arma de fogo dentro da Fazenda Nova Era, onde residem.

 

Os parentes contaram que o suspeito estava na companhia do adolescente, quando de repente ouviram um tiro. Ao se dirigirem ao cômodo, os familiares encontraram W.A.C., ferido com um tiro na cabeça. Ao ser questionado, o suspeito disse que estava brincando com a vítima de "roleta-russa". Após o contato ser questionado, o acusado fugiu.

 

As testemunhas pediram ajuda e o menor foi levado até o Pronto-Socorro de Cuiabá. Encaminhado para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), foi submetido a uma cirurgia, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

 

Os médicos disseram que o tiro acertou uma região sensível da cabeça do adolescente.

 

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para ser realizado exame de necropsia.

 

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A delegacia da cidade de Santo Antônio do Leverger também ajudará nas investigações.

 

Avalie esta matéria: Gostei +8 | Não gostei

Leia mais sobre este assunto