Sexta-Feira, 18 de Agosto de 2017, 09h:30

Tamanho do texto A - A+

Médico condenado a 17 anos de prisão é preso dentro do consultório

Por: DA REDAÇÃO

O médico ortopedista Célio Eiji Tobisawa, de 50 anos, que foi condenado a 17 anos, por sedar sete homens e por estupro de vulnerável, foi preso pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (17) no município de São Felix do Araguaia (1.200 km a Nordeste).

 

Célio estava com o mandado de prisão preventiva expedido pelo juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá, condenado a mais de 17 anos de prisão em regime inicialmente fechado.

 

Alan Cosme/HiperNoticias

policia civil

 

O ortopedista responde também por processo criminal na Comarca de Cáceres (225 km ao Norte), pelos mesmos crimes.

 

Ele mantinha um consultório médico na cidade de São Felix do Araguaia, onde realizava atendimentos há cada 15 dias, além de prestar serviço laboral para o município.

 

O  mandado de prisão preventiva foi encaminhado pela Gerência Estadual de Polinter e a a equipe da Polícia Civil de São Felix do Araguaia conseguiu localizar o médico nesta quinta-feira (17) em  seu consultório médio.

 

Conduzido à delegacia de polícia, Célio Eiji Tobisawa, foi colocado à disposição da Justiça.

Avalie esta matéria: Gostei +2 | Não gostei - 1

Leia mais sobre este assunto