Quarta-Feira, 07 de Março de 2018, 07h:53

Tamanho do texto A - A+

Mandante de assassinato de grávida é preso pela Polícia Civil

Por: LUIS VINICIUS/MAX AGUIAR

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), prenderam nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira (7), Mateus Rodrigues Pinto, vulgo Batata, 19 anos, no bairro Quilombo, em Cuiabá. Ele é acusado de ter sido o mandante do assassinato da jovem Viviane da Silva Ângelo, de 18 anos, que foi encontrada morta no dia 18 de fevereiro, na região da Ponte de Ferro, área rural de Cuiabá.

 

goe mat.jpg

 

Viviane estava grávida de sete meses e foi morta com golpes na cabeça e em seguida teve a pele de seu rosto retirada com o uso de um estilete. O crime aconteceu por questões de ciúmes, pois Matheus é ex-namorado de Viviane. 

 

A prisão aconteceu na casa da namorada de Matheus, durante cumprimento de mandados de prisão da Operação MAAT. Além de Mateus, a sua namorada que ainda não foi identificada, também será ouvida na delegacia, mas não há mandado contra ela.

 

As prisões estão sendo comandadas pela delegada Juliana Chiquito Palhares, que confirmou que além de Matheus, outros dois continuam foragidos.

 

Outros procurados

Além de Batata, os policiais da DHPP, com apoio dos agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE), estão a procura de Maykon Júnior da Silva Dantas, vulgo Japão, morador do bairro Três Barras. Ele é acusado de matar a namorada Vanessa Tito Poquiviqui Ramos. Ele asfixou a jovem e ainda filmou seus momentos de agonia. 

 

No dia do crime, em 31 de janeiro, Japão estava de tornozeleira, porém ele acabou rompendo o aparelho e foragindo. Os policiais foram até a casa dele, porém ele não estava por lá. Como a polícia conseguiu o mandado de prisão, Japão é considerado foragido da Justiça. 

 

A Operação MAAT é considerada uma das maiores para busca de criminosos que cometeram feminicídio em Cuiabá em 2018.  

Avalie esta matéria: Gostei +23 | Não gostei - 5

Leia mais sobre este assunto