Quarta-Feira, 14 de Março de 2018, 11h:46

Tamanho do texto A - A+

Latrocida preso em Poconé é morto dentro da PCE, em Cuiabá

Por: REDAÇÃO

O detento Jordan Rafael Bras de Arruda, que seria levado na noite de terça-feira (13), a Piracicaba, foi morto em um princípio de motim no raio 1 da Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, onde estava detido desde o dia 06, quando foi capturado em Poconé (distante 100km de Cuiabá)

 

Secom/MT

PCE

 

De acordo com informações do presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT), João Batista Pereira de Souza, o óbito foi confirmado por uma equipe do SAMU. Por enquanto, as causas da briga ainda estão sendo apuradas, mas a informação é de que Jordan foi obrigado a beber uma mistura dentro da cela por membros de uma facção rival ao PCC (Primeiro Comando do Capital).

 

Ontem (12), um áudio foi divulgado. Nele, o assassino de Luis confessava o crime para a mãe de um outro jovem, de nome Pedro, e tentava tranquilizá-la dizendo ser membro do PCC e que a participação do seu filho no crime não foi diretamente na morte do fiscal de loja e que ele assumiria toda a culpa perante a justiça.

 

Diante do homicídio, os três policiais que estavam a caminho da cadeia no Mato Grosso para trazer de volta para Piracicaba Jordan iniciaram o retorno. Uma coletiva de imprensa deve ser dada nas próximas horas.

 

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei