Segunda-Feira, 27 de Novembro de 2017, 13h:40

Tamanho do texto A - A+

Homem é preso e confessa ter atropelado professora após show sertanejo

Por: LUIS VINICIUS

Um homem de 42 anos, identificado como I.N.S, foi preso, suspeito de ter atropelado a professora Mônica Alencar Miranda, de 33 anos, às margens da BR-070, em Barra do Garças (520 km de Cuiabá), no dia 19 de novembro, após um show da dupla Cleber e Cauã, que aconteceu no munícipio. A prisão aconteceu na sexta-feira (24) e o motorista confessou o crime.

 

del rey professora.jpg

 

A educadora trabalha na rede municipal de educação. A mulher foi encontrada com graves ferimentos na cabeça e, posteriormente, foi descoberto que ela sofreu traumatismo craniano.

 

O suspeito foi encontrado em uma casa, no bairro Palmares, em Barra do Garças, após policiais militares e civis receberem uma denúncia anônima em que ele teria atropelado a professora.

 

Aos policiais, o suspeito confessou o crime. Ele disse que estava voltando de um local em um veículo Del Rey e que havia ingerido bebida alcoólica. O homem contou ainda que não prestou socorro à vítima porque ficou assustado. De acordo com informações da PM, foi possível encontrar pedaços da roupa em que a professora usava no carro do suspeito.

 

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada e realizou os trabalhos no carro, que foi encaminhado ao pátio do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar da cidade.

 

O caso

 

A professora foi encontrada desacordada próximo a um clube da cidade de Barra do Garças. A educadora havia ido a um show sertanejo com o ex-marido. Após o término da festa, algumas pessoas que passavam pela BR, encontraram a mulher desacordada com um ferimento na cabeça.

 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros, foi acionada por populares esteve no local e encaminhou a moça ao hospital, onde precisou permanecer hospitalizada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei

Leia mais sobre este assunto