Segunda-Feira, 05 de Fevereiro de 2018, 10h:20

Tamanho do texto A - A+

Homem consome drogas e mata filho de 5 anos espancado com cabo de vassoura

Por: LUIS VINICIUS

Um homem de 30 anos, identificado como, Jonas Pereira Texeira, foi preso em flagrante pela Polícia Militar, suspeito de matar o próprio filho, de cinco anos, espancado. O caso ocorreu na noite de domingo (4), no bairro Vila Mariana, na cidade de Sinop (500 km de Cuiabá) e a polícia suspeita que o homem tenha quebrado um cabo de vassoura nas costas da criança.

 

PMMT

Jonas

Homem ao perceber que filho estava desmaiado, o levou até a UPA

De acordo com informações do boletim de ocorrência, policiais militares da região foram acionados com a informação de que uma criança havia dado entrada na Unidade de Pronto de Atendimento (UPA), com várias lesões aparentando ter sido vítima de espancamento.

 

Ainda na denúncia, os PMs foram informados que quem havia levado o menino, identificado pelas iniciais D.S.V, para a unidade médica teria sido o seu pai. Ao entrar na UPA, o suspeito teria confessado aos médicos que havia usado drogas e espancado a criança.

 

Quando os militares chegaram na unidade de saúde, o menino já estava morto. Aos policias, o avô da criança afirmou que Jonas espanca o menino há muito tempo e que as agressões eram constantes. Outra testemunha, que também estava na UPA, confirmou que o menino era espancado pelo pai.

 

Diante dos fatos, o corpo do menino foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), para exames de necropsia.

 

Já o suspeito, foi levado à delegacia para prestar depoimento ao delegado de plantão. Ele já possui passagens criminais, no entanto não foi revelado os crimes que ele cometeu. A mãe da vítima estava no trabalho quando houve a ocorrência.

 

Em entrevista ao site Visão Notícias, o suspeito confessou que usou drogas, mas que não se lembra de ter estrangulado o filho.

 

“Eu estava usando bastante droga e meu filho estava comigo em casa. Desde de sábado (3), eu estava usando droga. Eu não sei se foi o efeito da droga, o que foi que me deu. Quando olhei o meu filho já estava no chão. Corri chamei a vizinha para levar ele na UPA. Liguei para polícia, liguei para o Corpo de Bombeiro para saber o que fazer porque ele estava frio. Não me lembro de ter apertado ele. Não quebrei o cabo da vassoura nele. A vassoura foi quebrada no cachorro. Se eu tivesse feito alguma coisa com meu filho, eu não teria levado ele na UPA”, disse o suspeito.

 

A Polícia Civil da cidade abriu um inquérito para investigar o caso.

Avalie esta matéria: Gostei | Não gostei - 2

Leia mais sobre este assunto